sábado, 14 de novembro de 2015

Manifesto de apoio a Chapa Salve o Mais Querido / Judas Tadeu Gurgel

Depois de um longo e tenebroso inverno, volto a escrever aqui no BPA.

Minha vida anda um tanto corrida, não tenho tempo pra acompanhar o ABC com mais afinco.

No entanto, após a consumação do rebaixamento a Série C - algo que vinha se desenhando desde 2011, sejamos francos, e com a aproximação de mais uma eleição, resolvi aparecer aqui e dar as caras.

Infelizmente neste ano, tomado por uma violenta emoção em razão dos desmandos da turma de Rogério-Paiva-Rubens, resolvi não renovar o meu sócio-torcedor após ver o Dr. Roberto Vital sendo demitido de forma humilhante. Confesso que foi um erro, uma decisão tomada de cabeça quente, mas a minha vida pessoal, as circunstâncias da vida não me permitiram acompanhar o ABC em 2015.

Mas deixando isso de lado, vamos ao que interessa.

Mesmo sem poder votar, venho através desta missiva declarar meu total apoio crítico, porém incondicionado, a chapa "Salve o Mais Querido", representada pelo ex-presidente Judas Tadeu Gurgel.

Durante o final da gestão de Judas, fui um crítico pra lá de contumaz, muitas vezes ácido e até mesmo injusto. Ao término de 2009 fiz uma enorme reflexão, que inclusive resultou num texto que separava o Judas Tadeu dirigente do Judas Tadeu pessoa humana.

Mesmo com todas as críticas que recebia, Judas continuou sendo um verdadeiro lorde, tratava bem os torcedores. Eu mesmo sempre recebi dele um bom tratamento.

Mas o estilo cordial de Judas não é suficiente pra elegê-lo e não dar pra esquecer que em sua gestão aconteceram erros tão bisonhos quanto o da turma de Rogério-Paiva-Rubens.

No entanto, no atual momento, Judas Tadeu é a pessoa mais indicada para assumir o ABC Futebol Clube, não apenas por sua experiência, mas porque o Mais Querido passa por uma enorme crise:

1-É preciso estancar a série de ações trabalhistas que são demandas contra o nosso clube. Judas Tadeu tem credibilidade perante os boleiros Brasil afora. Com Tadeu, o ABC terá habilidade e articulação necessária para negociar com os atletas, honrar compromissos e estancar de vez essa série de 70 ações trabalhistas. Além disso, os fornecedores poderão negociar com maior tranquilidade;

2-É preciso também mudar a política de se fazer futebol. Com a queda drástica do orçamento em 2016,ironicamente o ABC terá que adotar a "formula do sucesso" que o consagrou no futebol brasileiro: formar um time caseiro, com atletas das bases e recrutas do futebol do interior do RN e Nordeste em geral. Os parcos recursos obrigatoriamente serão usados para trazer um ou outro reforço de peso, contratado para liderar e fazer a diferença  em favor do clube. E o grupo de Judas Tadeu é formado majoritariamente por gente que gostaria de ver essa filosofia de se fazer futebol em prática;

3-O patrimônio físico do ABC Futebol Clube, construído com muito suor, concessões e esforço, sofre uma séria ameaça de ser deteriorado, seja pelas dívidas que crescem sem parar, seja pela ganância da turma da especulação imobiliária. E Judas Tadeu representa justamente o ABC com um patrimônio próprio. No dia da reunião em foi celebrado o contrato com o Arena das Dunas, me deparei com um Judas Tadeu desolado e cabisbaixo, vendo um Conselho lagartixa aprovar um contrato draconiano, em que apenas os "Iluminati" tiveram acesso integral as cláusulas. Aquilo era sim um verdadeiro sinal de que o Frasqueirão poderia ser vendido. E a chapa "Salve o Mais Querido" é a única que pode expulsar de vez a turma que quer se desfazer do Frasqueirão e que cinicamente propõe doações em terrenos longínquos;

4-O momento do ABC Futebol Clube será de colher os cacos e reconstrução. Não espero de imediato um ABC vanguardista, porque o objetivo imediato será a sobrevivência e a recuperação da credibilidade  do clube perante o mundo futebolístico. E Judas Tadeu, com sua fama de homem que honra os compromissos é o nome ideal para resgatar a fama de bom pagador do ABC Futebol Clube;

5-A Frasqueira se sentirá novamente a vontade e respeitada no ABC Futebol Clube. Em 2015 nossa torcida foi expulsa de assistir os treinos, sofreu retaliações na hora de protestar, foi insultado por funcionários e dirigentes do clube e sempre levou a culpa pelas cagadas que os próprios dirigentes faziam. Pra fechar com chave de titica, Rogério-Paiva-Rubens e cia. ainda venderam o último jogo da Série B, numa atitude humilhante para um clube vitorioso e centenário como o nosso.

6-O grupo que apoia Judas Tadeu é mais oxigenado e terá a oportunidade de auxiliá-lo e cobrá-lo, bem como poderá apresentar novos rumos para a instituição ABC Futebol Clube.

Enfim, este modesto escriba ficará torcendo de longe pelo triunfo da chapa "Salve Mais Querido" para que, em 2016, volte a frequentar as dependências do clube se associando novamente.

Gustavo Lucena

Um comentário:

Eduardo disse...

Bom retorno. Sempre visitei para ver se já havia retomado a escrever as coisas do ABC. Concordo com você. Também já fui sócio sendo que deixei de ser faz dois anos. Visito outros blogs por falta de opção do que é ABC de verdade.