quarta-feira, 20 de maio de 2015

Arbitragem fechou o caixão

O ABC foi eliminado da Copa do Brasil pelo Paysandu, placar de 2 a 1, gols de Bruno Luis para o ABC e Pikachu e Carlos Alberto para o Paysandu.

Estou escrevendo a resenha do jogo somente agora por que ontem, sinceramente, eu estava realmente muito irritado com o que vi no Frasqueirão. Irritado com a escalação do ABC, com a participação do treinador Josué Teixeira durante a partida e também com a operada que o arbitro paulista Guilherme Cereta. Ontem só não sai no intervalo por que quando me dirigia a saída o ABC marcou seu gol com Bruno Luis, mas pensando bem, deveria ter ido mesmo com o gol.   

Sobre Josué Teixeira eu vou ser sucinto, já que ele foi demitido e não faz sentido insistir no assunto. Sem fazer juízo de qualidade dos atletas, mas escalar um time com Erivelton e Ronaldo Mendes como opção de ataque. Dois volantes em linha na frente da zaga. No segundo tempo colocar Erivelton de lateral direito e  com dez minutos de segundo tempo fazer a ultima substituição possível tirando um meia para colocar um zagueiro. Josué Teixeira pediu para que algo acontecesse e aconteceu. Quando o arbitro operou o ABC marcando pênalti inexistente e expulsando o zagueiro Sueliton na mesma jogada, o treinador não tinha mais o que fazer no jogo. Se a direção quisesse já dispensava ele na beira do gramado mesmo.

Até a expulsão, o Paysandu vinha jogando muito mais que o ABC. Isso é um fato inegável, da mesma maneira que no primeiro jogo o Paysandu dominou todo o segundo tempo. O gol de Kayke mal anulado é a reclamação geral.

A arbitragem. Como eu já disse a arbitragem foi muito mal ontem. Foi tão mal que sugere uma interferência externa no resultado final da eliminatória. No primeiro jogo teve o gol mal anulado de Kayke, no segundo teve o pênalti inexistente além de expulsão do zagueiro Sueliton, mas não foi só isso. O Cereta não deu diversas faltas claras, permitiu o cai-cai do Paysandu desde o primeiro tempo e tantas outras coisas. A verdade é que com a paulistada tomando conta da CBF, o balcão de negócios que é a Federação Paulista de Futebol deverá se estender a CBF. Podem anotar ai, vai aumentar e muito o numero de casos escabrosos como o de ontem.  

O ABC no sábado recebe a Luverdense no Frasqueirão, jogo pela Série B começando as 21:00hs. 


Ficha Técnica


ABC 1X2 PAYSANDU

GOLS: ABC – Bruno Luís, Paysandu – Pikachu e Carlos Alberto.

Local: Estádio Frasqueirão, Natal (RN).

Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima - SP (ASP-FIFA).
Assistente 1: Anderson José de Moraes Coelho - SP (CBF-1).
Assistente 2: Alex Ang Ribeiro - SP (CBF-2).
4º Árbitro: Leandro Saraiva Dantas de Oliveira - RN (CBF-2).

Cartões amarelos: Suéliton, Marcílio (ABC); Thiago Martins, Ricardo Capanema (Paysandu)

Cartão vermelho: Suéliton (ABC)

ABC: Saulo, Reginaldo (Fabinho Alves), Sueliton, Leandro Amaro e Marcílio; Rafael Miranda (Bruno Luiz), Fábio Bahia, Erivelton, Wellington Bruno e Ronaldo Mendes (Maurício); Kayke. Técnico: Josué Teixeira.

Paysandu: Emerson, Pikachu, Thiago, Gualberto e João Lucas; Ricardo Capanema (Augusto Recife), Fahel, Jhonnatan e Carlos Alberto (Carlinhos); Leandro Cearense (Souza) e Aylon. Técnico: Dado Cavalcanti.

Um comentário:

Robson disse...

Agora a casa caiu......O Josué não é mal treinador, talvez se ele não tivesse inventado na final do estadual, a coisa seria outra....
Acho difícil encontrar um bom treinador, acho q uma boa opção seria o Leandro Campos!!! Agora é rezar e esperar