domingo, 1 de março de 2015

Tirou 8,0, mas foi reprovado


A minha sensação acerca do clássico que acabou é a seguinte:

Suponhamos o aluno de colegial relapso, que vive faltando aula e tirando notas ridículas durante o ano inteiro.

Aí chega no fim do ano e ele fica em recuperação, precisando tirar um 9,0 pra passar.

Ele estuda muito e consegue tirar 8,0, mesmo assim foi reprovado.

É isso que mais lembra o time do ABC que jogou hoje.

Os comandados de Roberto Fonseca fizeram a melhor partida, mereceram a vitória, mas só conseguiram um empate natural com a frágil equipe do américa.

No entanto, no conjunto da obra, o time está reprovado, eliminado e com chances apenas teóricas de ganhar o 1o turno.

Diego Ivan deve trazer melhores detalhes técnicos do jogo, mas de antemão, destaco o futebol do Chiclete, que nos poucos minutos que jogou deu uma maior movimentação ao ataque. Do restante do time, gostei do Kaike, do Lima e do Michel.

Com a 4a colocação, é hora de tirar Roberto Fonseca, muito embora a saída dele não resolva muita coisa, já que os maiores males do clube são as 2 pessoas que dão as cartas e que, coincidência, não tiveram um mísero voto dos associados: Rogério Marinho e Alex Fabiano.

Um comentário:

Eduardo disse...

Perfeita analogia! Parabéns.