quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Alvinegro perdido em campo

ABC e Portuguesa empataram sem gols ontem no Estádio das Dunas.

Quem foi ontem ao Estádio das Dunas saiu revoltado com o péssimo jogo realizado pelo ABC. A noção de que o Alvinegro passou de um time promissor na competição para um time absolutamente desorganizado, deixou o torcedor muito triste.

O Alvinegro entrou com aquela mesma formação, com três volantes no meio e um volante na lateral esquerda, resultado; o Alvinegro perdido em campo. Dessa maneira o ABC não apresentou organização tática, na esquerda pouquíssima ação com Michel Benhami obvio, o que sobrecarrega Renato na direita e o péssimo Daniel Amora. Esse é outro lamentável, o volante Daniel Amora armando o jogo é terrível. 

Rogerinho é outro que sofre com o isolamento criativo, ele fica então sobrecarregado já que todas as bolas passam por ele. Em alguns momentos Rogerinho tem que vir buscar a bola na defesa tamanha falta de qualidade dos volantes, ou seja, desorganização total.

Sem medo de errar, ontem o Alvinegro teria perdido para qualquer time mais ou menos qualificado, já que a Portuguesa tem uma equipe fraquíssima.

O zero a zero é explicável, mas o que não se explica é a insistência de Zé Teodoro com os volantes, com a dupla de zaga frágil e com um volante na lateral esquerda. Com esses defensores todos o ABC não é nem de longe uma equipe segura defensivamente.

Na próxima terça dia 19 de agosto o ABC pega o Ceará fora de casa, o jogo será às 19:30hs.

Ficha Técnica


ABC 0 X 0 PORTUGUESA

Local: Arena das Dunas, Natal/RN.
Público: 4.822 torcedores.
Renda: R$ 85.325,00.

Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior – PE.
Assistente 1: Elan Vieira de Souza – PE.
Assistente 2: Bruno Cesar Santos de Alcantara – PE.
4º Árbitro: Carlos José da Silva – RN.

ABC: Gilvan; Renato, Suéliton, Marlon e Michel Benhami; Fábio Bahia, Liel (Júnior Timbó), Daniel Amora e Rogerinho (João Henrique); Rodrigo Silva (Dênis Marques) e João Paulo. Técnico: Zé Teodoro

PORTUGUESA: Rafael; Régis, Brinner, Diego e Jean Mota; Marcelinho, Marcos Assunção (Maycon), Dinélson (Nescau) e Jocinei; Serginho e Caio (Alan Dias). Técnico: Silas.

Nenhum comentário: