terça-feira, 3 de junho de 2014

Marinho Chagas: o grande herói do futebol potiguar


Assim como Diego Ivan, não vi o Marinho Chagas em ação. Eu também estou com pouca inspiração, mas mesmo assim gostaria de deixar uma singela homenagem.
Já o vi de perto algumas vezes, mas sequer tirei uma foto com ele, provavelmente em razão de um lapso de Joselito Cascatinha, eu momentaneamente não tinha noção de que estava perto do grande herói do futebol do RN, de um cara que se sobressaiu em uma terra que não costuma ser grata com seus filhos.
O futebol do RN sofre de um complexo de inferioridade de que jogadores nascidos aqui não prestam. Marinho deu um tremendo pontapé nesse preconceito quase secular e chegou lá, jogou na Seleção Brasileira e nos grandes esquadrões nacionais, sendo titular absoluto.
No ABC sua passagem foi muito rápida e marcante, tendo como saldo um título e até hoje é considerado o maior lateral esquerdo da história do clube, status que provavelmente se perpetuará, já que a boleirada é cada vez pior.

Ao se aposentar, ficou patente que Marinho Chagas era mais reconhecido fora do RN do que por aqui. O ABC era uma das poucas instituições que o valorizava e até mesmo acolhia. Acredito que os dirigentes do Mais Querido sempre fizeram sua parte em ajudar o Marinho e até mesmo promover a sua história.
Descanse em paz Marinho. A Frasqueira agradece por ter acolhido o nosso clube em seu coração.

Nenhum comentário: