sexta-feira, 2 de maio de 2014

Passando a régua sobre uma controvérsia que nunca deveria existir

Estaduais ou Metropolitanos ?

Ricardo Couto e Silva‏

Algumas pessoas da imprensa esportiva potiguar ainda afirmam que os primeiros campeonatos disputados no Rio Grande do Norte foram metropolitanos ou municipais e que o primeiro campeonato estadual potiguar foi disputado apenas em 1974 com a entrada do Potiguar de Mossoró na competição.

Estas afirmações não são verdadeiras e isto pode ser facilmente comprovado.

Inicialmente, podemos observar claramente que o campeonato potiguar de 1974 não foi o primeiro que teve a participação de algum clube do interior, pois, antes da primeira participação do Potiguar de Mossoró no campeonato estadual em 1974, outras equipes do interior já tinham disputado o campeonato potiguar, como o Ceará Mirim FC (em 1920 e 1935), Baixa Verde FC de Ceará Mirim (em 1932, 1933 e 1934), Potiguar de Parnamirim (em 1946, 1947, 1948, 1949, 1950, 1951, 1952, 1953, 1962, 1963 e 1964), União EC de Parnamirim (em 1949 e 1950) e Asas SC de Parnamirim (em 1956).

Ademais, independente da participação de algum clube do interior na competição, o que determina se o âmbito dela é estadual ou municipal é a entidade que a organiza. Se a competição é organizada por uma entidade estadual, ela é uma competição estadual.

Vejamos então os nomes de todas as entidades que organizaram os campeonatos no RN: Liga Norte-Rio-Grandense de Desportos Terrestres, Associação Norte-Rio-Grandense de Esportes Atléticos (ANREA), Federação Norte-Rio-Grandense de Desportos (FND) e Federação Norte-Rio-Grandense de Futebol (FNF). Pelos nomes das entidades percebe-se facilmente que todas eram estaduais e não municipais, pois se verifica a expressão "Norte-Rio-Grandense" no nome de todas, ao passo que nenhuma delas apresenta a expressão "Natalense", o que indicaria serem municipais. Portanto, uma simples análise dos nomes das entidades que organizaram os campeonatos no RN já prova que todas competições foram estaduais.

O fato de uma competição não ter participantes do interior não tira dela o caráter de estadual se ela foi organizada por uma entidade estadual. As equipes do interior não disputaram alguns campeonatos pelo simples fato de não existirem, não terem interesse em disputá-los ou não terem condições financeiras de disputá-los, embora as entidades que organizaram estas competições fossem estaduais e as competições fossem abertas a qualquer clube do estado.

Em praticamente todos os estados do Brasil, os primeiros campeonatos estaduais foram disputados apenas por clubes da capital, mas ninguém chama estes campeonatos de metropolitanos ou municipais.

O primeiro campeonato estadual de São Paulo foi disputado em 1902 pelas equipes do São Paulo AC, Paulistano, Mackenzie, Germânia e Internacional, todas da capital, mas ninguém chama este campeonato de municipal ou metropolitano e nem diz que este título ganho pelo São Paulo AC foi metropolitano e não estadual.

O primeiro campeonato estadual do Rio de Janeiro foi disputado em 1906 pelas equipes do Fluminense, Paysandu, Rio Cricket, Botafogo, Bangu e Football & Athletic, todas da capital, e ninguém chama também este campeonato de municipal ou metropolitano, nem diz que este título ganho pelo Fluminense foi metropolitano ao invés de estadual.

O Rio Grande do Norte talvez seja o único estado do Brasil em que algumas pessoas ainda insistem em chamar de metropolitanos ou municipais os campeonatos realizados nos primórdios do nosso futebol. A maioria destas pessoas fazem estas afirmações com o único intuito de tentar desvalorizar as competições vencidas pelo ABC, mas, como pode-se perceber, é nítido o caráter estadual destes campeonatos, confirmado até pelo livro dos recordes, o Guinness Book (edição de 1994, página 271), que citou o decacampeonato ESTADUAL do ABC, de 1932 a 1941, bem como pela Revista Placar, que computa os 52 títulos ESTADUAIS do ABC no seu Ranking dos Clubes Brasileiros.

Atenciosamente,

Ricardo Couto e Silva

Do blog: Ricardo Couto traz informações que, definitivamente, enterram qualquer pretensão de querer considerar Campeonato Estadual apenas a partir do momento em que os clubes de Mossoró passaram a se fazer presentes, ou seja 1974. Não deixa qualquer margem para entendimentos diversos. Os argumentos do nobre Conselheiro, aliados às pesquisas de campo são definitivos. Qualquer insinuação em contrário é transigir com a verdade.

Gustavo Lucena

Nenhum comentário: