domingo, 23 de fevereiro de 2014

Roberto Fernandes faz cera e ABC não tem time após 60 dias de trabalho

Com um futebol patético, com uma armação tática medrosa e depois aloprada, o ABC de Roberto Fernandes perde para o América por 3 a 2. Com poucos jogos restando no 1º Turno o ABC precisa de um milagre para obter a classificação.

O que dizer de um time que após 60 dias de trabalho não apresenta o mínimo padrão de jogo e muito menos uma equipe base? É inacreditável mesmo. 

O reflexo disso é a escalação cada vez mais inventada. No jogo de hoje Roberto escala o time utilizando um 3-5-2 de maluco, com Daniel Paulista entre os zagueiros e dois volantes a frente da zaga, Michel Schmoller e Matheus Barbosa. O resultado é que o ABC não atacou e se comportou covardemente no primeiro tempo. Isso Roberto sabendo que o ataque adversário é rápido, mas insistiu com Daniel Paulista e Schmoller. 

Logo aos 26 minutos o rival marcou o primeiro gol com Adriano Pardal, numa falha de Daniel Paulista que estava mal posicionado. Ai começou a loucura de Roberto Fernandes. Aos 30 minutos ele desiste do 3-5-2 como havia proposto, tira o volante Matheus Barbosa e coloca o rápido meia atacante Lynneeker. Dos 30 minutos em diante o ABC tentou ser mais criativo e veloz, mas nada que sugerisse uma reversão no marcador. 

No segundo tempo o Alvinegro marcou aos 2 minutos numa cobrança de escanteio, o zagueiro Sueliton completou para o gol. Só que na sequência, aos 4 minutos o ABC sofre mais um gol numa falha defensiva que não cortou um cruzamento despretensioso. 

O Alvinegro não conseguia trocar passes no ataque por isso não chutava a gol, talvez por que Lucio Flavio não conseguia dominar a bola ou Junior Xuxa não armava nada. Com esse panorama nem Gilmar, nem Lynneeker, nem Patrick apareciam para o jogo. Foi então que Roberto Fernandes deu o tiro de misericórdia nas chances Alvinegras. Ao invés de mexer no que estava emperrado, no meio e ataque, Roberto tira Lynneeker e coloca Lucio Curió. Depois tira Patrick e coloca Beto, Gilmar passa a fazer a “ala direita”. O técnico do América que não é bobo armou o contra-ataque e venceu o jogo marcando o terceiro aos 42 minutos. O ABC ainda descontou com Lúcio Flavio aos 49 minutos, mas o jogo estava perdido.

Se Roberto poderia ter tentado tirar Lúcio Flávio, Gilmar ou Xuxa, com as entradas de Curió e Beto, o resultado poderia ser outro. 

O que eu sei é que 60 dias após o início da temporada, o ABC não tem time, não tem padrão de jogo, são poucos os jogadores que se salvam, não garantiu nenhuma vaga na Copa do Brasil e nem do Campeonato do Nordeste. 

O próximo jogo do ABC será quarta-feira dia 26 de fevereiro em Mossoró no Nogueirão, quando o Alvinegro visita o Baraúnas em jogo atrasado da 3ª rodada do Campeonato Potiguar. O jogo começa as 19:50hs.

Ficha Técnica


AMÉRICA 3 x 2 ABC

Local: Estádio Arena das Dunas
Data: 23.02.2014

Árbitro: Guilherme Cereta de Lima (SP).
Assistente 1: Izac Marcio da Silva Oliveira.
Assistente 2: Flávio Gomes Barroca.
4ºArbitro: Leandro Saraiva Dantas. 

GOLS: Adriano Pardal(América), Arthur Maia(2)(América), Sueliton(ABC) e Lúcio Flavio(ABC).

América: Dida, Adalberto, Cleber e Edson Rocha; Walber, Márcio Passos, Fabinho, Arthur Maia e Tiago Dutra (Val); Alfredo e Adriano Pardal (Judson). Técnico: Leandro Sena.

ABC: Bruno Fuso, Michel Schmoller, Suéliton, Samuel e Rayron; Matheus (Lynneeker/Lúcio Curió), Patrick, Daniel Paulista e Júnior Xuxa; Lúcio Flávio e Gilmar. Técnico: Roberto Fernandes.

2 comentários:

Luciano disse...

Podem me chamar de doido, mas RF entregou esse jogo. Nao tem condições o que ele fez hoje e depois foi pro rádio dizer q o rival era melhor.....Lúcio Curió e Xuxa fizeram tb o que?
Muitas coisas erradas e ninguém faz nada....

Breno Cardoso disse...

Tá faltando também paciência com esse goleiro. Já tá na hora de dar uma chance a camilo