quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Arbitro “ladrão” e time desorganizado

Em mais uma viagem o ABC perdeu para o Bragantino por 2 a 1 com gols de Nilson e Alex Barros para o Bragantino, para o ABC marcou Alvinho.

Para analisar o jogo é preciso deixar duas situações claras, o juiz prejudicou muito o jogo Alvinegro, mas é preciso dizer que o ABC também fez um jogo muito ruim. 

Sobre a arbitragem. Absolutamente tendenciosa, o GOIANO Elmo Resende marcou absolutamente todas as faltas contra o ABC e aplicou diversos cartões exagerados. No segundo tempo o ABC foi operado pelo GOIANO, coincidência ou não o Atlético GOIANO também está na briga pela fuga do rebaixamento. 

Sobre o jogo. O ABC começou errado pela escalação, com Gilson, Rogélio e Lino de zagueiros, e basicamente um time sem criatividade do meio pra frente. Isso sem falar de jogadas pelo lado esquerdo. No meio apenas Giovanni Augusto para dar um passe mais qualificado, já que os volantes Daniel, Schmoller e Somália, no auge físico deles não cumprem esse papel, não seria com um Somália e Schmoller meia bomba que isso aconteceria.  O resultado é que no primeiro tempo o ABC levou mais um baile, e de um adversário limitado. O Bragantino teve inúmeras chances em lançamentos atrás da zaga, tanto é que marcou basicamente assim duas vezes. Na segunda etapa a coisa mudou de figura por que precisávamos do resultado e Roberto Fernandes jogou o time para cima, chegando a terminar o jogo com quatro atacantes.  Antes disso no susto o ABC com menos de um minuto marcou com Alvinho. Só que ai, com interferência do arbitro, o ABC até empatou em uma bola do Schwenck, mas foi operado com um impedimento nesse lance e a expulsão de dois jogadores no decorrer da etapa. 

Por a culpa exclusivamente na arbitragem é reduzir o problema, o Alvinegro está mostrando falhas defensivas em todos os jogos fora de casa. Não é a primeira vez em que o time de Roberto Fernandes é armado bastante defensivo e sofre com jogadas por trás da zaga, ou com a falta de criatividade ofensiva. É melhor Roberto Fernandes estudar outras possibilidades, as que ele utilizou até agora já demonstraram sua ineficiência. 

O Alvinegro volta a campo no próximo sábado, as 16:20hs no Frasqueirão, quando recebe a Chapecoense pela 24ª rodada da Série B. 

Ficha Técnica

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista/SP.

Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha.
Assistente 1: Edmilson da Silva Rodrigues.
Assistente 2: Cicero Alessandro de Souza.
4º Árbitro: Vinicius Furlan.

Bragantino(2): Leandro Santos (Gilvan); Diego Macedo, Yago, Rafael, Alex Barros(1), Carlinhos, Preto, Gustavo, Thiaguinho (Serginho); Nilson(1) (Thiago Cavalcanti) e Dudu. Técnico: Vágner Benazzi.

ABC(1): Wilson Júnior; Bileu, Gilson, Rogélio, Lino; Daniel Paulista, Somália, Michel Schmoller (Lima) e Giovanni Augusto; Schwenck e Alvinho(1). Técnico: Roberto Fernandes.

Um comentário:

Breno Cardoso disse...

Eu prefiro não comentar tanto as escalações de Roberto Fernandes pra não ter muita raiva. Mas parece que ele só sabe escalar o time pra jogar no Frasqueirão.


Coloca Bileu na lateral enquanto tem jogador da posição à disposição (thiaguinho), aí deixa aquele Michel "Esmola" em campo.


O time não joga bem fora de casa e a arbitragem ainda vem passar a mão. Eu só não tinha reparado que o árbitro era GOIANO e que ele poderia estar tentando ajudar o Atlético GOIANO.


Imagina se essa moda de um árbitro de uma federação X roubar em um jogo de outro time que está concorrendo alguma coisa com um time dessa federação X pega.