domingo, 4 de agosto de 2013

Licença para errar (2)

Como prometido, a resenha.

Dessa vez nem a fumaça. Já venho dizendo aqui nas resenhas pós jogos que o ABC é o time que é muito rápido, mas que só faz fumaça. Dessa vez não. Foi um time lento na maioria das vezes e ainda por cima errou tudo que quis fazer. O Guaratinguetá é um time de regular para ruim, lembra o ABC do ano passado, que escapou do rebaixamento na penúltima rodada. Dito isso, o ABC não conseguiu em momento nenhum levar dificuldade ao gol adversário, seja por não chegar ao gol, seja pela incompetência dos atacantes. Repetindo o histórico de incompetência desses jogadores recentemente. 

Waldemar é outra tristeza. Escalou o ABC mal mais uma vez, no segundo tempo mexeu pior. Dessa vez ele não inventou com Boaventura na cabeça de área, mas na frente... Ele volta com Bileu na cabeça de área, tirou Diogo Barcelos da meia esquerda e colocou Pingo no ataque. Tony que já é ruim no meio, sem a ajuda de Barcelos que corre o campo todo, ficou isolado não tocando na bola. Advinha quando Waldemar mexeu para acerta o meio, aos 40 minutos quando ele tirou Guto e botou o meia. Diogo Barcelos não é uma sumidade, mas vinha acertando a meia esquerda.   

Guto esteve mal em todo o jogo, mas ele vinha se acertando com o Diogo e o Erick por ali, sozinho foi uma avenida que o patético Murilo ex-ABC desfilou. 

A verdade é que o ABC está jogando no limite técnico de seus atletas. O elenco é ruim e não veremos nada muita além do que vimos contra o Paysandu. Uma vitória elástica mas que enganou quem não viu o jogo.

Ou o ABC trás um meia melhor que Tony, um centroavante que tenha condições de jogo, ou faremos a campanha mais patética da historia da Série B.  

Não vou me alongar mais por que não quero perder meu final de semana falando de algo que não tem jeito. 

Nenhum comentário: