quarta-feira, 29 de maio de 2013

O time todo joga mal, mas a culpa é só do Alvinho

O ABC deu sequência a apatia da 1a rodada e continua sem marcar um gol sequer nessa Série B, perdendo para o Sport pelo placar mínimo.

A partida foi de um nível técnico tão ruim que apresentou certos lampejos de emoção e deixou explícita a falta de qualidade de ambos os times.

O time pernambucano no momento é uma reles caricatura milionária que só vem jogando com as camisas. Fosse ligeiramente mais qualificado, teria goleado o ABC.

Pelo lado do Mais Querido, apenas alguns lampejos no ataque, com 2 gols perdidos por Alvinho e uma bola na trave do Emílio Rafael Santiago. De destaque mesmo, apenas o goleiro Lopes, que vem se tornando o principal nome desse esquadrão mambembe que veste a camisa do ABC.

Dito isso, vou adentrar no tema central da coluna. O time do ABC em linhas gerais foi apático, o único que realmente se destacou foi o Lopes. Geovani e Vinícius mais uma vez esbanjaram mediocridade, Bileu também esteve mal, Flávio Boaventura estava desenferrujando, Rodrigo Silva na prática não entrou em campo e o bom Lino estava sendo mal-aproveitado. Mesmo assim diante de tantas falhas individuais, o único bode expiatório parece ter sido o pobre coitado do Alvinho, que recebera a primeira chance no time titular do ABC depois de muito tempo.

Confesso que fico enojado com tamanho preconceito com o atleta, pelo simples fato de ser das cat. de base. Estava vindo pra casa e escutava no rádio o locutor criticando o atleta fazendo lobby pelo Wanderley, que disputou com Vinícius o título de pior em campo tanto no confronto contra o Paraná como na própria vitória contra o Sport, e que nunca mereceu ser titular do time. Depois abro o Facebook e vejo apenas protestos contra ele, mesmo com o festejado Rodrigo Silva sequer tenha visto a cor da bola.

Esse preconceito contra Alvinho me faz lembrar de um senhor barrigudo que vive nos treinos do Frasqueirão e que tem uma enorme raiva de atletas das categorias da base ou nascido no RN, mas que defende com unhas e dentes gente como Washington, Júnior Pipoca, Elielton, Marcus Vinícius, Malaquias e outras celebridades da Frasqueira.

Na próxima madrugada de sexta para sábado o ABC volta em campo para encarar o Ceará. Vamos ver se o time sai do atoleiro e da apatia.

Gustavo Lucena

Ficha Técnica

Local: Ilha do Retiro, Recife/PE.

Arbitro: Francisco de Assis Almeida Filho (CE).
Assistente 1: Thiago Gomes Brigido (CE).
Assistente 2:  Marcos A da Silva Brigido (CE)
4º Arbitro: Sebastiao Rufino Ribeiro Filho (PE).

Sport(1): Magrão; Welton (Fábio Bahia), Tobi, Gabriel Santos(1) e Reinaldo; Renan Teixeira, Rithely, Lucas Lima e Felipe Azevedo; Marcos Aurélio (Oswaldo) e Nunes (Érico Júnior). Técnico: Marcelo Martelotte.


ABC(0): Lopes; Bileu, Vinícius, Flávio Boaventura e Lino; Leandro (Rodrigo Santos), Mateus, Geovani (Rafael Santiago) e Jean Carioca; Alvinho (Marcílio) e Rodrigo Silva. Técnico: Paulo Porto.

Nenhum comentário: