domingo, 26 de maio de 2013

Em João Pessoa, a Frasqueira reencontrou o respeito e a paz espiritual. Mesmo com o vexame do time.

Ontem no Almeidão, mesmo com o resultado adverso, confesso que me senti mais feliz e a vontade em assistir um jogo do ABC. Enquanto estive no estádio, o clima da Frasqueira lembrou os bons tempos: uma torcida ativa (seja apoiando, seja reclamando), um ambiente familiar e tranquilo.

E um fator importante para a tranquilidade do jogo (pelo menos até as 22:40, hora que deixei o estádio), foi a conduta exemplar da PM paraibana, que deixou a torcida em paz, se limitando ao patrulhamento meramente ostensivo e demonstrando cidadania.

Na capital paraibana a velha Frasqueira pôde sorrir e se divertir. A parte turística da cidade (Cabo Branco, Tambaú e Praia do Jacaré) foi um bom remédio para pessoas que, nos últimos tempos, vinham sendo tratadas como gado em pleno Frasqueirão.

Enfim, no jogo de ontem, mesmo sendo realizado em um estádio fétido, abandonado, cheio de lama, confesso que me senti mais torcedor do que vinha me sentindo no Frasqueirão.

Gustavo Lucena


Nenhum comentário: