quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Sobre a morte do menino Kevin, algumas palavras:

1-Considerando que os responsáveis foram torcedores da agremiação brasileira - não vou mencionar o nome do clube, justamente porque quero frisar que pode ser qualquer um, inclusive o que torço - entendo que o futebol brasileiro por inteiro deva ser punido, suspenso de disputar qualquer competição internacional. A suspensão sofrida pelo futebol inglês inteiro em razão das mortes provocadas pelos hooligans travestidos de torcedores do Liverpool na final da UCL em 1985 é um bom paradigma para que tal punição seja aplicado aqui no Novo Mundo.

2-Em caso de reincidência do clube envolvido, a punição individual deveria ser mais severa.

3-A morte de ontem deveria ser considerada a gota d'água no futebol Sul-Americano. É intolerável que as 2 competições continentais sejam marcadas pela violência e baixaria. Muitos campos de futebol em que se joga a Libertadores não têm a mínima condição de sequer receber um jogo de campeonato estadual. O futebol Sul-Americano é pior do que várzea. Nem as ligas de futebol existentes em penitenciárias atinge um nível tão baixo em termos de conduta humana e ética do desporto.

4-Se a Conmebol não aplicar uma punição severa a esse tipo de caso - o que não acredito que vá acontecer - o Ministério Público, a FIFA, a ONU, a Cruz Vermelha, o Papa, quem quer que seja, deve forçar a extinção dessa entidade que em nada fez para melhorar e modernizar o futebol do continente e cujo dirigente máximo só sairá de lá morto, já que as federações lhe concederam poder real - mais fácil eu acreditar na existência Véia do Bicão do que propriamente isso acontecer.

Gustavo Lucena

2 comentários:

Breno Cardoso disse...

Eu também sou defensor da exclusão não só do Corinthians mas também dos outros times brasileiros ainda este ano da libertadores e da copa sulamericana. Eu vejo que com os times Brasileiros sofrendo esse grande revés nas competições internacionais, as punições poderão se tornar mais rígidas em nosso país em relação à violência e levaria esses "torcedores" que gostam de aprontar a pensar duas vezes antes de fazer merda nos estádios, pois eles também estarão prejudicando sua equipe do coração.

Breno Cardoso disse...

Mas estou duvidando que eles deêm uma pena de exclusão aos times brasileiros, pq sabemos que o futebol também é fortemente regido por questões políticas. Todos sabemos que os times brasileiros geralmente são os líderes de público na libertadores e os que garantem muita visibilidade à competição, ou seja, tem muito $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$ envolvido. Eu acredito na exclusão dos times brasileiros se houver uma pressão muito grande