quarta-feira, 24 de outubro de 2012

A tendência

Vou falar rapidamente.

A tendência do ABC é de rebaixamento.

O máximo que este time do ABC consegue é igualar forças com os adversários da metade de baixo da tabela.

Dificilmente consegue jogar bem, por isso dificilmente vence. A regra é jogar mal e sem garra.

O ABC nunca esteve tão perto de fugir do rebaixamento do que agora, mas também nunca esteve tão próximo do rebaixamento.

A tabela daqui para a frente é dificílima, não sei o que Givanildo Oliveira pode fazer para reverter essa tendencia.

Se o destino do ABC for a Série C, que seja. O que não posso mais admitir é ver uma duzia de paspalhos vestindo preto e branco.

Vou continuar torcendo, mas não vejo luz no fim do túnel.

Ficha Técnica

Local: Estádio Dario Leite, Guaratinguetá/SP.

Árbitro: Ronan Marques da Rosa (SC).
Assistente 1: Lúcio da Silva de Mattos (PA).
Assistente 2: Eder Alexandre (SC).
4º árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP).

Guaratinguetá(2): Saulo, Leandro, Baggio, Wendel, Renato Peixe; Jonatan, Bruno, Jairo, Marcinho (Jonatas); Alemão(1) e Pimenta (Marlon). Técnico:

ABC(1): Andrey; Ivan (Raulen), Flávio Boaventura, Vinícius e Renatinho Potiguar; Guto, Serginho, Walter Minhoca (Fábio Neves) e Raul(1); Adriano Pardal (Baiano) e Éderson. Técnico: Givanildo Oliveira.

Acessem:

Um comentário:

Fonseca disse...

Tens toda razão. Um time sem brio, sem brilho, sem alma, sem futebol, sem compromisso com a frasqueira. O paradoxo do que estamos vendo é um time medíocre como o ASA, sem patrocínio, sem estádio próprio, sem estrutura, com salários infinitamente inferiores aos nossos, consegue se impor em casa e vender aro as derrotas fora dos seus domínios. Nóe nos acostumamos a ver uma ameba de time, um bando de escrotos fazendo merda dentro de campo, perdendo pontos para times tão ou mais medíocres do que ele mesmo. Conto com a série-C em 2013, mesmo tendo que sofrer as gozações da mundiça cor-de-rosa; se ficarmos, pode-se comemorar como troféu inédito. O que me dá dor na consciência é que jogadores que mostraram honrar a nossa camisa como é o caso de Basílio, sequer é relacionado para o banco de reservas. Afinal um time que tem Guto como referência não poderia estar em melhor colocação. Se ao menos essa trupe de supostos jogadores tiver um mínimo de vergonha na cara, se esforçarão para não nos causar mais uma mancha na nossa história.