sábado, 8 de setembro de 2012

Andrey e Adriano Pardal desmentiram a lógica

O ABC viajou até São Caetano do Sul e venceu o time da casa por 1 a 0. O gol do jogo foi 50% de Diego Clementino e 50% de Adriano Pardal. Com o resultado o ABC abriu 9 pontos da zona de rebaixamento.

O grande resultado do ABC hoje certamente desmentiu a lógica, quebrou a banca e calou a boca de muita gente.

Certamente Ademir Fonseca hoje optou por não permitir espaços ao erro, jogou fechadinho, três volantes, dois meias e um atacante. Com laterais recuados, jogando única e exclusivamente na velocidade de Ederson. O primeiro tempo, por isso, foi muito ruim, onde somente o Azulão atacou, restando ao Alvinegro somente a bola alçada na área. Cascata e Walter Minhoca que poderiam jogar junto ao Ederson não conseguiram, ficaram sobrecarregados.

No segundo tempo Ademir mudou o ABC para melhor. Não tirou um volante, tirou Cascata que ainda carece melhor condicionamento físico, para a entrada de Adriano Pardal. O Alvinegro que só aparecia em momentos de bola parada, começou a realizar contra-ataques perigosos. Em uma jogada individual de Adriano Pardal, já com Diego Clementino em campo no lugar de Ederson, o ABC marcou o seu gol. Pardal foi a linha de fundo, driblou o marcador e cruzou, Diego Clementino espertamente se antecipou e marcou. Gol importantíssimo.

Após o gol, ai sim um momento de critica. Ademir tira o Walter Minhoca e coloca o Elielton, certamente querendo que o volante fizesse a saída de bola. Elielton não é disso. Resultado foi que o São Caetano começou a pressionar quase dentro da área do ABC, sorte nossa que atabalhoadamente. Fim de jogo, um grande resultado.

O jogo não foi bonito, mas a verdade é que fazia tempo que o time ABCdista não fazia uma partida tão aplicada. Foi nítido que todo o planejado foi cumprido e isso realmente é muito importante.

Adriano Pardal, que é capacitado para isso, deixou Diego Clementino na cara do gol. Definiu o jogo em um lance, não deu sossego a defesa paulista, não era para ter ficado no banco.

Andrey mais uma vez foi o grande nome do jogo, é um grande goleiro, não é melhor por que as vezes aceita bolas de media distancia. Hoje foi irrepreensível.

Uma menção honrosa para Henik, que é bem limitado, mas que mostrou ter futebol para pelo menos ir ao banco de reservas. Que Ademir não o esqueça. 

O ABC volta a campo na terça-feira, as 21:50hs no Frasqueirão, quando recebe a difícil equipe do Ceará.  

Ficha Técnica

Local: Estádio Anacleto Campanella, São Caetano do Sul/SP.

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG).
Assistente 1: Janette Mara Arcanjo (MG).
Assistente 2: Pablo Almeida da Costa (MG).
4º árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP).

São Caetano(0): Luiz; Samuel Xavier, Gabriel, Wágner e Diego; Augusto Recife, Moradei, Éder (Pedro Carmona) e Marcelo Costa (Geovane); Danielzinho (Vandinho) e Leandrão. Técnico: Emerson Leão.

ABC(1): Andrey; Pedro Silva, Flávio, Vinícius e Airton; Guto, Henik, Serginho, Walter Minhoca (Eliélton) e Cascata (Adriano Pardal); Éderson (Diego Clementino(1)). Técnico: Ademir Fonseca.

3 comentários:

Múrcio disse...







Com a volta de Cascata e
a chegada de Minhoca, vamos continuar acreditando que será desta vez que o ABC vai
embalar. Mais uma vez saímos da zona perigosa de rebaixamento, colocamos nove
pontos de distância e ultrapassamos três concorrentes diretos. Agora é a hora
de confirmação na zona intermediária de classificação. Mais uma vez teremos a
tabela a nosso favor com mais quatro equipes que estão logo acima de nós. E vamos
jogar três partidas em casa. Se vencermos, ultrapassaremos todos e poderemos
até sonhar com uma classificação honrosa.

Diego Ivan disse...

É dar graças pela chegada de dois RECONHECIDAMENTE BONS jogadores. Com eles a coisa melhora de figura facilmente.

Breno Cardoso disse...

è muito impressionante como a chegada de somente 2 jogadores no time titular mudou toda a cara do time do ABC