quarta-feira, 18 de julho de 2012

Continuar remando

O ABC concede mais um gol nos acréscimos e dessa vez empata com o Criciúma em pleno Frasqueirão. Os gols do jogo foram de Jérson e Pardal para o ABC, o Criciúma marcou com Zé Carlos e Fransérgio. Com o resultado o ABC permanece na zona da degola agora com 10 pontos.

O texto de hoje é quase que uma repetição do que venho dizendo nos últimos jogos. O ABC não consegue realizar noventa minutos de bom futebol em jogo nenhum. Uma hora falha o individual de alguns jogadores, em outros momentos o time sofre um apagão físico no fim dos jogos. O resultado é que o time vem sofrendo gols mesmo jogando bem seus jogos, como aconteceu hoje.

O ABC não fez um bom primeiro tempo. Permitiu o jogo do Criciúma(contra-ataques) até sofrer o gol, um chutaço de fora da área. Talvez por culpa da penalidade desperdiçada por Washington aos 5 minutos de jogo, o ABC ficou encabulado. Somente com a expulsão do volante do Criciúma na metade do primeiro tempo, é que o Alvinegro começou a tentar chegar com mais qualidade. Foram varias chances até que Jérson que fez um bom jogo, também de fora da área, bateu o goleiro adversário. No frigir dos ovos o primeiro tempo foi ruim, melhorando quando o ABC ficou com um jogador a mais.

O segundo tempo começou com a entrada de Leo Gamalho no lugar de Washington, preciso comentar? O Alvinegro apareceu mais solto no gramado, usando as duas laterais, mesmo com Renatinho marcado por três e com o mais uma vez preguiçoso Pedro Silva. Por falar nele, foi dele o cruzamento para o gol de Adriano Pardal, após uma seqüência de escanteios e cruzamentos. Aí é que vem o drama Alvinegro, Jérson, Raul, Pedro Silva, Pardal e mais alguns jogadores começa a demonstrar sinais claros de cansaço. Por isso reclamo da preparação física. O Mais Querido começa a recuar, pior, começa a não aproveitar o espaços ideais para os contra-ataques. Com a língua na cintura, o ABC vai se apagando no jogo enquanto o adversário cresce sufoca do ABC até que ocorre mais uma pixotada da defesa. Mudaram-se as peças na defesa, mas a pixotada persiste em acabar com nossa noite. Chutão do goleiro, volante não corta de cabeça, zagueiro não corta com os pés e o atacante recebe de frente para o gol, avança e marca. Vocês lembram que o ABC esteve o jogo quase todo com um atleta a mais. 

O ABC permanece cansado, na zona de rebaixamento e errando. Receita do desastre, mas que ainda pode ser revertida. É visível que o ABC começa a mostrar um futebol articulado, falta consolidar esse futebol. Criar jogadas, formatar a defesa e imprimir um estilo, isso começou a se fazer. Só não pode demorar uma eternidade. Manter a posse de bola em momento chaves do jogo, coisa que o ABC não faz a pelo menos 3 anos. 

É continuar remando.

O Elefante viaja até Bragança Paulista onde pega o Bragantino, próximo sábado as 21:00hs. 

Ficha Técnica

Local: Estádio Frasqueirão, Natal/RN.

Árbitro: Cláudio Mercante Júnior (PE).
Assistente 1: Jossemmar J. Diniz Moutinho (PE).
Assistente 2: Wilton José Lins da Silva (PE).
4º árbitro: Suelson Diógenes de França Medeiros (RN).

ABC(2): Andrey; Pedro Silva (Ivan), Leandro, Vinícius e Renatinho Potiguar; Guto, Bileu, Jérson(1)(Henik) e Raul; Adriano Pardal(1) e Washington (Léo Gamalho). Técnico: Ademir Fonseca.

Criciúma(2): Douglas; Robert, Matheus, Nirley e Marlon; Elias, Fransérgio(1) (Giovanni), André e Válber (Diego); Zé Carlos(1) e Lins (André). Técnico: Paulo Comelli.

Nenhum comentário: