sábado, 2 de junho de 2012

Arbitragem bandida e Adriano Pardal derrotam o ABC

Mais uma vez o ABC foi garfado pela arbitragem, isso é fato consumado. Impressionante como o Mais Querido é mole, pois é coincidência demais que nos últimos jogos no Frasqueirão as arbitragens foram de péssima qualidade, pra sermos bem eufemistas. Mas isso só acontece porque a diretoria do ABC é fraca de bastidores. Por que esse tipo de roubalheira nunca ocorre nas hostes de Japecanga, que no máximo tem o mesmo tamanho e tradição do ABC? No podre futebol brasileiro é preciso ter malandragem, infelizmente. Se Rubens Guilherme e seus assistentes acreditam que é possível sobreviver incólume no futebol sem o jeitinho brasileiro, melhor procurar algo mais puritano. Do jeito que está, o ABC será sempre roubado dentro do Frasqueirão.

Mas a culpa não pode recair unicamente sobre a arbitragem. O ataque do ABC, quer dizer, Adriano Pardal, não fez a sua parte. O gol que ele perdeu sozinho, com o goleiro vencido, é inaceitável para qualquer atacante. Aliás, é inaceitável que o ataque do ABC tenha como titular um cara que não saiba fazer gols. E o mais grave é que os reservas imediatos de Pardal e Bombinha também são 2 aberrações. Mais uma vez Joelson e Washington foram terríveis. Do ataque do ABC só se salva o Bombinha - que se contundiu hoje. Alvinho parece que vai ser escanteado e Anderson Costa não me inspira qualquer confiança, mesmo sem ter sido testado.

E não me venham dizer que o goleiro do S. Caetano estava inspirado. Já é bem o 3o jogo seguido contra o ABC que o tal do Luís "faz milagres". Porém contra os outros adversários, é um goleiro comum que não chama a atenção dos holofotes brasileiros. Portanto, é coincidência demais que ele só jogue bem contra o ABC.  Por isso, acho que o problema está muito mais na pontaria dos atacantes do que no talento ou inspiração do goleiro.

Portanto, para mim quem decidiu em desfavor do ABC foi a falta de cacoete de Adriano Pardal em fazer gols e a ruindade natural de Joelson e Washington, aliados é claro as nulidades de Ailton e Murilo. Murilo aliás é outro capítulo a parte. Falam que Nêgo está mal no Vila Nova-GO. Ouso dizer que Nêgo em sua pior forma bota Murilo no chinelo. Járdson Sapé também jogou como se tivesse atirando merda no ventilador, desperdiçando várias jogadas com chutes espalhafatosos.

Se salvaram os de sempre: Raul, Bombinha, Bileu, a zaga e o Andrey. 

Senti em um certo momento que o ABC estava jogando bem, porém o bom domínio de bola e as jogadas trabalhadas eram anuladas pela ruindade dos laterais que não subiam e pelo Adriano Pardal que não sabe fazer gols. Mas no final acabou sendo um falso domínio em vão.

Foram enfim 3 pontos jogados fora contra um time que certamente não terá grandes aspirações.

A luz já está amarela.

Gustavo Lucena

4 comentários:

Breno Cardoso disse...

vou fazer uma pequena analogia do time do ABC série B 2012 para o da série B 2011: Adriano Pardal tem tudo pra ser o que foi Malaquias no ano passado, Jardson Sapé tem tudo pra ser o que foi Marcus Vinícius no ano passado.... Pelo amor de Deus, se a Diretoria não contratar 2 meias bons e 2 atacantes bons VAMOS TER UMA ENXURRADA DE DERROTAS SEGUIDAS NA SÈRIE B

Breno Cardoso disse...

Fora esses duas murrinhas que chamamos de laterais

edivanio disse...

Quem reclama de arbitragem é time pequeno kkkkkkkkk

Edilson disse...

Duas qualidades do Goiano:
- Mal avaliador: será que não deu ainda para ele ver quem são os oito jogadores que devem ser dispensados para dar lugar a novas contratações? O que ele estava fazendo ontem que não foi ver o jogo contra o Campinense? Estavam lá sete jogadores que estão sendo avaliados e ele não estava presente. Para que serviu este jogo, então?
- Escala e substitui mal: o que Renatinho estava fazendo no banco ontem que não entrou para mudar o jogo? O Airton não foi mal, mas não passa de um marcador razoável e não apóia. Precisávamos de um ala. Se Renatinho ainda não tem condições que tivesse ido o Alexandre no banco.

BLOG DO MÚRCIO - http://edmurcio.zip.net/