sexta-feira, 25 de novembro de 2011

"Poema" no chão


Se era poema eu nunca o entendi, mas o fato do dia  é que o Machadão foi finalmente demolido hoje a tarde. Com a conclusão da demolição do Estádio e remoção dos destroços, se iniciará ainda em dezembro a preparação da fundação da Arena das Dunas. 

Um comentário:

Gibson Azevedo disse...

Poesia, caríssimo Diego, não tem idade..., sempre dirá mais do que gostaríamos de dizer. É uma ligação - dizem - do palavra do homem, em comunicação direta com Deus ou com os deuses. Se em um arroubo de emoção um saudoso Gestor de outras eras, ao dar início às atividades de um espaço público, tão desejado pela população natalense do século passado, e como disse, naquele surto de emoção comparou aquela obra a um poema de concreto - comparação logo adotada pela gente simples da nossa comuna - naquele momento, um poeta, talvez mais antigo, falou por sua boca. Não tenho dúvidas!
Sinto saudade já, da ausência desta iniciativa pioneira, de uma honesta ação de Governo - coisa que nos dia atuais, beira a extinção(esses bons costumes).
Foi-se o Machadão, mas, não se iludam os senhores, foi-se também uma era... E com ela, sepultam-se também alguns bons valores, que população de era cibernética esqueceu.
Adeus Velho poema!... Viverás, decerto, na minha memória.

Natal-RN, 25/nov./2011.
Gibson Azevedo da Costa - Natalense.