quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Coletivo desalentador e o Poderoso Treinadorzão


Fui ao treino do ABC hoje a tarde.

Poucas pessoas presentes, mesmo alguns personagens que, num passado recente eram figuras carimbadas no Complexo Vicente Farache, estavam ausentes.

Mas quem não foi se poupou de ter um aborrecimento ainda maior, pois o treino coletivo foi desalentador, capaz de tirar qualquer esperança de um resultado diferente da derrota.

Poucas jogadas ofensivas, o time de baixo ligeiramente melhor, e algo que se notou foi que os lateraisa-direitos de ambos os times pareciam jogar amarrados, pois ambos mal passavam do meio de campo. Mesmo diante de tanta ruindade, o Poderoso Treinadorzão Leandro Campos não fez qualquer modificação, não parou o treino p/ eventuais correções, não modificou o time.

Além de ver um treino ridículo, ainda tive que ouvir poucas e boas.

Primeiro alguns senhores defenderam com unhas e dentes o Poderoso Treinadorzão, dizendo que ele não tem culpa de ter um elenco ruim e que ele estava certíssimo na escalação porque não tinha peças de reposição, mesmo sabendo que Irineu, Rômulo, Nêgo (que mesmo estando mal já está rendendo melhor que a piada do Pio), Erivelton e Éderson ou estavam no time de baixo ou estavam treinando em separado.

E segundo, já no carro, sintonizado na Rádio Cabugi, ainda escutei o Poderoso Treinadorzão fazer sua defesa apaixonada ao seu querido pupilo Marcus Vinícius, dizendo que só ele tem lugar garantido no time titular e tecendo críticas sutis a Makelelê - que diga-se de passagem, se esforçou nos treinos.

Enfim, depois do que viu hoje, chego a conclusão de que um eventual sucesso do ABC em Juazeiro do Norte - e aí incluo um empate como excelente resultado - será uma obra advinda de um esforço não-humano.

Me desculpem os companheiros ABCdistas, mas por mais que me esforce, não consigo ficar otimista, a angústia toma conta de mim. Só nos resta cruzar os dedos.

Gustavo Lucena

3 comentários:

Thiago Azevedo disse...

Pode ter certeza que sim meu caro Gustavo Lucena...o jeito é rezar e muito. Concordo que o ABC não tem peças de reposição, mas de tantas idas e vindas de Leandro Campos, quem montou 90% desse elenco medíocre que aí está? Pra mim, desde o início falei, substituir Malaquias por Geílson (que passou pelo Náutico e não deixou saudade nenhuma) era rumar à série C, ambos são pessimos. Que a fé ilumine o ABC!

Anônimo disse...

lc e f.a. uma dupla explosiva,mais é de explodir meu coração de raiva

Diego Ivan disse...

Leandro Campos é mais um peão, é melhor olhar a mão que manipula. Essa sim está devendo maiores satisfações a frasqueira. Quero Campos longe de Natal em 2012, independente do resultado, mas ele é peixe pequeno.

Agora uma pergunta: E você esperava ver o que nesse treinamento? Desde segunda que eu estou atordoado pensando no desastre de sabado.

Abraço!!!