domingo, 10 de julho de 2011

Boa vitória com altos, baixos e médios, principalmente médios

O ABC venceu o Guarani jogando fora de casa, placar de 2 a 1. O ABC abriu dois gols de vantagem com Leandrão e Cascata ainda no primeiro tempo. No finalzinho do jogo, o goleiro Emerson marcou de falta o gol de honra do bugre. Com o resultado do ABC é o sétimo colocado na tabua de classificação, só não é o quarto colocado devido ao péssimo numero de vitorias e o baixo saldo de gols.

Uma vitória fora de casa sempre, eu disse sempre, é um bom resultado, independente das condições do jogo. Por isso o ABC fez um grande jogo... Também não é para tanto.

O primeiro tempo da partida começou como se esperava, já que o Guarani realmente está a muito tempo sem vencer. O sufoco inicial era esperado, mas uma reação Alvinegra também. Foi o que aconteceu, principalmente por que Renatinho, Makelele, Ricardo Oliveira e Cascata estavam muito afim de jogo. Destaque para Makelele, que realmente jogou desarmando muito bem e chegando esporadicamente ao ataque.

A marcação da saída de bola campineira foi a tônica do jogo no primeiro tempo. Assim o ABC dominou as ações a partir dos quinze minutos de jogo, e assim a bola foi retomada, lançada por Pio até Leandrão que invadiu a área e marcou. O segundo gol nasceu de uma sequencia de boas chances ABCdista. Cascata trabalhou a bola com Renatinho, mas na sequencia resolveu o lance em mais um exemplo de pura magia do futebol. Cascata partiu pra cima dos marcadores, foi cortando um após o outro até chegar a meia lua e chutar no canto direito do gol. Golaço, brincadeira esse Cascata.

O domínio no primeiro tempo foi total. O Guarani não viu a cor da pelota.

No segundo tempo a conversa mudou de figura, principalmente por que mais uma vez o ABC abdicou de buscar o gol. O que é costumeiro em se tratando de times treinados por Leandro Campos. A marcação que começava no campo adversário, praticamente passou para dentro do gol de Wellington. Sufoco grande. A situação só não piorou por que o Guarani é um poço de problemas, desde um elenco fraco, quanto fragilizado devido aos atrasos de salários e pressão da torcida. Certamente por isso o resultado tenha permanecido inalterado até a marcação de um gol de falta, gol de goleiro, aos quarenta minutos.

O resultado é para se comemorar, principalmente pelo primeiro tempo bastante agradável, mas a verdade é que o jogo oscilou entre bom e ruim, tendo pitada de morno e sem graça. Portanto nada de comemorações exageradas, principalmente devido a fragilidade adversaria, por isso não cravo Makelele como solução na meia cancha ABCdista.

Falar o que de Pio?
Falar o que de Alessandro Lopes?

É chover no molhado.

O fato lamentavel da jornada foram as substituições de Cascata e Renatinho, já que ambos reclamaram de contusões musculares. Segundo o próprio Cascata em seu twitter, o jogador sentiu um desconforto muscular. O caso de Renatinho parece ser mais grave. Diego Barbosa entrou no lugar de Cascata e Cauê entrou na vaga de Renatinho. Malaquias entrou no lugar de Bombinha. Os que entraram no decorrer do jogo não acrescentaram nada.

O ABC volta a campo no próximo sábado a noite, quando pegará o lanterna Duque de Caxias. A partida começará as 21:00hs.

Ficha Técnica

Local: Estádio Brinco de Ouro, Campinas/SP.

Árbitro: Heber Roberto Lopes/FIFA (PR).
Assistente 1: Bruno Boschilia/Aspirante FIFA (PR).
Assistente 2: Nadine Bastos/Aspirante FIFA (SC).
4º árbitro: Rodrigo Braghetto (SP).

Guarani(1): Emerson(1), Chiquinho, Aislan, Ailson, Ari (Lusmar); Lucas (Rodrigo Paulista), Mica, Dada, Jéferson; Fernandão (Fabinho) e Denílson. Técnico: Giba.

ABC(2): Welligton, Pio, Leonardo, Alessandro e Renatinho (Kauê); Bileu, Ricardo, Makelelê e Cascata(1) (Diego Barbosa); Leandrão(1) e Bombinha(Makelelê). Técnico: Leandro Campos.

Nenhum comentário: