sábado, 26 de fevereiro de 2011

Porque as rosas choram

Sei que está um pouco tarde para se falar a respeito, mas acho que não é um assunto esgotado.

Impressionante como o rival vem chorando copiosamente contra as arbitragens, o campeonato em si e o presidente da FNF.

Segundo a figura mais proeminente do reacionarismo rouge - que não é o presidente, mas um ceerto empresário que adora aparecer - estão armando para mais um campeonato em favor do ABC.

Isso não passa de uma cortina de fumaça. Na verdade todos nós sabemos porque as rosas choram.

Choram porque o Campeonato Estadual, por mais deficitário que seja, está organizado com um sistema de disputa em que premia de fato os melhores clubes, não dando brechas para previsões rocambolescas.

Choram porque sentem saudades do tempo em que tudo era bagunça, em que o Estadual não era decidido dentro de campo, mas sim no tapetão.

Choram porque o craque é Cascata, João Paulo, Ricardo Oliveira, Wallyson, Sérgio Alves, etc. e não mais Pio Marinheiro.

Choram porque não podem mais impor fórmulas esdrúxulas com grupo da capital e grupo do interior e que obriguem o ABC FC a passar 9 meses parado.

Choram porque a FNF está situada numa sede pequena, mas aconchegante em Lagoa Nova e não mais nos fundos do favelizado estádio JL, onde até fezes humanas já foram encontradas na porta da sede. E o choro é grande porque o JL é em Tirol, mesmo bairro da sede social rouge.

Choram porque a FNF é comandada por um sujeito independente e competente, que tem até coragem de reclamar - ainda que de maneira discreta - da madrasta cbf (o que já é um grande feito, considerando que os presidentes das federações estaduais são em sua maioria beija-mão do Ricardão) e não mais pelo Nilson Gomes, que nada fez pelo futebol do RN e aceitava naturalmente o status de fragilidade.

E enfim, choram porque são incapazes de montar um time campeão, mesmo depois de tantos anos ostentar o status de time mais beneficiado do RN, pois recebia verba da FBA e até mesmo do C-13 quando disputava as Séries B e A.

Gustavo Lucena

5 comentários:

fernando disse...

Gustavo. Será que esses malucos não percebem que esperar resultados diferentes repetindo os mesmos procedimentos é a prova de debilidade mental!

Black Ace disse...

Muito bom texto Gustavo.

Diego Ivan disse...

Era uma vez...

Gustavo, excelente texto, os caras lá vivem no mundo da barbie. Num mundo de conto de fadas. Deixem eles em paz, vamos deixar eles sonharem mais alguns anos. O ABCdista só acha graça...

Edilson Pinheiro disse...

Parabens pelo texto, o chororô está explicado.

Paulo Trigueiro (@pectrigueiro) disse...

Grande Gustavo.
Comecei esse domingo dando boas risadas com seu belo texto, mas poderia o título também ser "E ninguém cala esse chororô?"
Valeu amigo