sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Como uma goleada pode ser irritante?

O ABC venceu o ASSU por 4 a 0 agora a pouco no Frasqueirão. Os gols alvinegros foram de Irineu no primeiro tempo, Ederson, Leandrão e Gabriel completaram o marcador no segundo tempo.

O placar de uma partida pode ser algo extremamente enganoso. Se eu analisasse somente o primeiro tempo de ABC 4 x 0 ASSU, diria sem medo de errar, que foi a pior apresentação do ABC nos últimos 95 anos. Em alguns momentos do primeiro tempo o ABC não acertava dois passes seguidos, estava irritante. A verdade é que mesmo muito mal das pernas, o Alvinegro achou um gol após cruzamento na área. Irineu completou pro gol após bate rebate. 

Arbitragem irrepreensível, zagueiro Açuense foi justamente expulso no primeiro tempo. Duas faltas duras dois amarelos, sendo a segunda falta era passível de vermelho direto.

Totonho pra mim já deu o que tinha que dar no ABC... Já vi demais. Alguns dizem que é má preparação física, outros dizem que ele rende no 3-5-2. O fato é que o melhor jogador da Série C 2010, simplesmente não joga nada. Eu falo sobre isso no final de semana. 

Com uma substituição feita, saindo Totonho para entrada de Reinaldo, começa o segundo tempo. E o ABC jogando muito mal.

Cascata que foi figura discretíssima hoje e saiu de campo afirmando não estar na plenitude de suas condições físicas. Foi sacado do jogo para a entrada de Rai. O volante Basílio foi sacado por ter levado amarelo, no seu lugar entrou Gabriel. 

Com as substituições o ABC ganhou corpo, na verdade os passes errados começaram a desaparecer. Dessa maneira o ABC construiu o placar da partida nos ultimo 25 minutos de jogo. Com boas participações de Pio na lateral direita, Ray e Renatinho Carioca. 

É como eu falei, pelo primeiro tempo escandalosamente ruim e um segundo tempo aceitável, o ABC mereceu vencer o ASSU, mas sem grandes feitos.

O grande momento da noite, pelo menos para mim foi uma conversa que tive com um grande ídolo do ABC, mas isso eu explico amanhã.

O ABC volta a campo pela Copa do Brasil, quando enfrentará o Barras em Teresina. A partida será na quinta as 20:00hs. Lembrando que uma vitória do ABC nesta partida por mais dois gols ou mais eliminam o jogo da volta.

Ficha Técnica

Local: Estádio Frasqueirão, Natal-RN.

Arbitro: Reginaldo Gomes da Silva.
Assistente 1: Lorival Candido das Flores.
Assistente 2: Izac Marcio da Silva Oliveira.
4º Arbitro: Antônio Benedito Neto. 

ABC (4): Wellington; Totonho (Reinaldo), Tiago Garça, Irineu(1), Renatinho Carioca; Basílio (Gabriel(1)), Ricardo Oliveira, Pio, Cascata (Rai); Leandrão(1) e Ederson(1). Técnico: Leandro Campos. 

ASSU(0): Erasmo; Pedro Pancada (Guidom), Emerson e Júnior Maceió; Leandro Macaxeira, Williams Bidê, Tiago, Tamboril (Carlos) e Leo Marinho; Carlinhos (Marcelo Assu) e Gilmar. Técnico: Neto Matias.

Um comentário:

Anônimo disse...

Não me surpreende. O campeão brasileiro da série C na verdade nunca esteve bem, nem mesmo em 2010. Teve muita sorte. Nas combinações de resultados e em alguns lances. O azar do Alecrim foi igual a sorte do ABC:surpreendente. Se vale de jogadas individuais (Gol de cascata/Jacson em Ituiutaba, Claudecir em Marabá ao apagar das luzes). Mas é só pegar os videos e assistir na íntegra que v. vai ver. Não há nenhuma jogada trabalhada, não mantém o domínio da bola. O Marketing do ABC junto a radioglobo foi muito forte (aliás, isto é ponto positivo para a diretoria) Mas o time enaltecido na imprensa, com CD e tudo é fraco. Cascata se marcado não rende. Jackson, apesar de bom não produz muito ao longo do jogo . Leandrão aesar de sumir no jogo, é o único que corresonde ao que se espera. Claudecir que fez poucas partidas ruins não renovou (?). O fato é que a máscara deste técnico vai cair. O ABC é mal treinado. Os jogadores perdem muitos gols porque a bola não é trabalhada. Isto v ai ser um prejuizo, pois o time vai ter de correr atrás de um técnico honesto às pressas na competição.

rOGERIO