sábado, 13 de novembro de 2010

Vitória sem brilho, mas que vitória

ABC visita Ituiutaba e vence por 1 a 0. Gol do Craque Cascata no primeiro jogo final entre as duas equipes pelo titulo do Campeonato Brasileiro. 

Que jogo tenso, pelo menos para mim. O ABC jogou como um domador de feras, deixando o adversário mostrar sua força, para na sequencia dominar por completo as ações. Foi o que aconteceu.

Já se sabia que a equipe do Ituiutaba tinha como melhor característica a defesa, confiando-se no fato do adversário atacar um rival que se faz de morto durante toda partida. Varias foram as vitimas deste time no Brasileirão. Além do bom futebol do jogador Totonho e os velocistas do meio de campo. 

O ABC não caiu nesse estratagema, o que desconcertou o time mandante. Ficou atrás, preencheu os espaços e não deu chances reais de gol ao Ituiutaba, que a bem da verdade não soube atacar.

Somente a partir dos 25 minutos do primeiro e segundo tempo, o ABC foi pro jogo e se mostrou superior.  É provável que isso tenha sido uma estrategia do técnico Leandro Campos, mas acho que o time poderia se soltar mais.
Torcida do ABC comemorando o gol de Cascata. Na praça de alimentação do Frasqueirão.
Individualmente temos que falar mais uma vez do futebol de Ricardo Oliveira e Renatinho Potiguar. Falar também da atuação do setor de meia cancha. Foram varias roubadas de bola, numa dessas o gol Alvinegro. Os volantes Alvinegros tomaram a bola, tocaram para Jackson, que carregou a bola e achou Cascata em posição de marcar. E o jogador diferenciado marca mesmo, não treme. 

A zaga é aquele negocio, do céu ao inferno sempre. Não foram poucos os erros de saída de bola, principalmente do Tiago Garça. Na recuperação, Leonardo simplesmente foi inexistente, levando bola nas costas. Ainda bem que no segundo tempo o ABC se recompôs defensivamente. 

O Arbitro Luís Flávio de Oliveira quase que estraga a tarde ABCdista. Inventou um pênalti onde o jogador do ABC sofreu falta. Somente ele e os comentaristas de radio não viram o atacante do Ituiutaba empurrando Pio. 

Fora isso, festa geral em Natal. Fogos por toda a Capital dão a dica, de que mesmo com os preços salgados, o torcedor deverá invadir a Rota do Sol. 

Encontro marcado com a história, sábado dia 20, a partir das 16:00hs. 

Eu vou e você?

Ficha Técnica

Local: Estadio Parque do Sabiá, Uberlândia/MG.

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira-SP.
Assistente 1: Evandro Gomes Ferreira-GO .
Assistente 2: Edson Antônio de Sousa-GO.

Ituiutaba(0): Luiz Henrique, Ferron, Stanley (Vitor Rossini) e Cleber Carioca; Totonho, Flávio (Radar), Claudinei, Gilsinho e Peu; Fabiano (Charley) e Peri. Técnico: Nedo Xavier.

ABC(1): Wellington; Sueliton, Tiago, Leonardo e Renatinho; Basílio, Ricardo (Bileu), Pio e Jackson (Claudemir); Cascata(1) (Éderson) e Leandrão. Técnico: Leandro Campos .

4 comentários:

MÚSICA F. C. ! A VOZ DAS ARQUIBANCADAS. disse...

Diego Ivan

O sonho está mais próximo.

Vamos lá ABC

Leonardo

Jacson Artson disse...

Jogo tenso mesmo, concordo com vc. Principalmente quando o abc passou a dominar o jogo e o gol não saia, e lembrando daquela velha máxima, "quem não faz, leva!", fiquei bem nervoso até o final do 1º tempo.

Já no inicio do 2º tempo, uma bola na trave do ABC depois de um cruzamento, mas o tempo foi passando e o gol deu uma aliviada, até aquele bendito penalty mandraque, enfim, deu certo e estamos com uma mão na taça.

Viva o ABC!

Anônimo disse...

Vitória sem brilho??

O blogueiro por acaso é doido??

Diego Ivan disse...

Anonimo: (Da próxima vez assine)

O jogo foi sem brilho sim. Não houve brilho técnico.

A vitória foi brilhante como estrategia, como resultado principalmente, mas para mim futebol não pode ser só estrategia tem que ter qualidade técnica.