sábado, 2 de outubro de 2010

Analisando as condições climáticas do Frasqueirão às 9 da matina

Fui ao Frasqueirão no jogo-treino desta manhã contra o Atlético Potengi.

Minha ida foi mais para mapear o local onde deverei assistir do que propriamente Justificarprestar atenção na partida. Diego Ivan deve trazer uma análise mais completa do comportamento do time dentro de campo.

Cheguei ao Frasqueirão por volta das 8:30hs.

Havia uma pequena faixa de sombra na parte superior do Módulo 2, que foi sumindo a medida que as horas passavam.

Os demais módulos, inclusive a maior parte das cadeiras cativas, estavam sem qualquer sombra, ou seja, estavam bem quentes. Só quem não tem medo pegar hemorróidas tem coragem de sentar no concreto do Frasqueirão. E o cara também precisa já estar num grau alcoólico anestesíaco para não sentir a bunda grelhar.

Então amigos, quais seriam as soluções para aquele torcedor que não conseguir um lugar a sombra?

Na minha visão, são as seguintes:

-A primeira delas é torcer para que o dia esteja bastante nublado ou que esteja ventando bastante. Se chover, melhor ainda, pois como se trata do jogo da vida do ABC, o Frasqueirão estará lotado faça chuva ou faça sol.

-Outra solução seria o torcedor chegar mais cedo ao estádio, quando o sol ainda estiver fraco, de preferência até 7 horas, assim ele ocuparia os lugares nas arquibancadas ainda frias, atrapalhando o alcance dos raios solares ao concreto.

-Instalar tendas sobre as arquibancadas. Não sei se existe alguma empresa que seja capaz de produzir um equipamento capaz de se estender pelos módulos, mas seria uma medida paliativa.

-Instalar ventiladores d'água em pontos estratégicos das arquibancadas.

-No intervalo do jogo, as arquibancadas seriam refrescadas com jatos d'água para amenizar o calor. Resta saber se todos os torcedores presentes ao estádio aceitariam.

Bem são essas soluções que conseguir antever para que o jogo seja menos árduo para os torcedores.

Gustavo Lucena

Nenhum comentário: