domingo, 29 de agosto de 2010

Não sai do feijão com arroz

O ABC jogou hoje no Machadão e empatou com o Alecrim, em jogo valido pelo Campeonato Brasileiro. Os gols do jogo foram de André Casaco para o Alecrim e Bileu para o ABC. 
Torcida do ABC no Machadão
A partida de agora a pouco no Machadão foi muito boa, apesar de não termos tido o brilho de algum jogador individualmente. Um jogo cheio de alternativas do inicio ao fim. Gostei da partida, mas não da atuação do ABC principalmente no primeiro tempo.

Já disse isso em outra oportunidade, o Alecrim tem uma boa equipe, isso eu pelo menos não discuto. Tem um meio de campo compacto e por isso um sistema defensivo seguro. É incrível como o ataque Alvinegro fica encaixotado, de maneira a passar o jogo todo sendo anulado. O jogo de João Paulo e Eraldo depois o Ederson, foi no mínimo digno de dar pena. O João Paulo somente apareceu para a partida no final, Eraldo passou o tempo todo brigando com a bola e Ederson até que tentou, mas apenas isso. 

Não vou repetir que o meio Alvinegro perde muito tecnicamente com Everton Cesar na equipe. Este é só um lembrete. 

Acho que Cascata precisa de um interprete neste meio de campo Alvinegro, enquanto ele fala a linguagem da bola, o resto da turma não entende absolutamente nada. Não me venham dizer que é o contrario. 

Agora é notório que a compactação defensiva do ABC hoje foi lamentável, os atacantes Alecrinenses sempre levaram extrema vantagem sobre seus marcadores. A vantagem foi muito grande, não sei como o Alecrim não marcou. O desempenho da zaga foi no mínimo desastrosa, para uma equipe que apenas tomou 1 gol. O Leonardo completamente fora de jogo e o Tiago Garça jogando e falhando como é o seu costume. Eu poderia relevar a atuação de hoje alegando que as dimensões do Machadão prejudicou o setor, mas isso não cabe já que são erros mais do que recorrentes.

Agora certamente pisarei em calos, vou falar de um tema proibido entre os torcedores mais xiitas do ABC. O técnico Leandro Campos é muito limitado, ele até sabe como preparar uma equipe, ele sabe trabalhar a semana, mas durante as partidas é um dos mais limitados que passaram recentemente pelo ABC. Quando o caldo engrossa, quando a vaca está indo para o brejo, Leandro se limita a trocar jogadores de características semelhantes, ou seis por meia dúzia. Quando o ABC levava um sufoco absurdo do Alecrim que redundou no gol adversário, Leandro saca Eraldo e coloca Ederson, saca Everton Cesar e coloca Claudemir. As substituições foram nulas, por que taticamente a equipe permaneceu jogando do mesmo jeito. Ao invés de tentar dar mais poder de fogo ao time, ele apenas trocou os nomes do problema. 

No jogo de hoje ele teve muita sorte, quando tirou o zagueiro Leonardo e colocou o volante Bileu. O ABC parecia mortinho no segundo tempo, nenhuma das alterações deram resultado efetivo, aos 35 minutos Renatinho cruza bola na área, Bileu raspa a bola e o goleiro Jair apenas assiste ela morrer dentro do gol. Alguns dirão que a alteração deu certo, eu não. Agora verdade seja dita, LC tem muita sorte, faz bobagens durante os jogos, demora a substituir ou substitui errado, mas tem a sorte como hoje e consegue reverter situações com um gol achado. É como eu falei, não é a primeira vez que isso acontece, mas até quando a sorte acompanhará Leandro Campos?

Depois do gol o Alecrim morgou e o ABC tentou cometendo os mesmo erros. Fim de jogo e um resultado ruim para as duas equipes, que só não foi desastroso por que o Salgueiro venceu o Campinanse em Pernambuco por 2 a 1. 

O ABC ainda é líder, agora com 11 pontos, 2 a mais que o Alecrim que é o segundo e 4 a mais que o terceiro. Com isso o próximo jogo ABCdista na competição, contra o Campinense, terá de ser uma vitória, já que o ABC só terá mais 2 jogos a realizar, enquanto os outros adversários diretos ainda farão 3. O jogo contra o Campinense será no próximo domingo as 17:00hs no Estádio Frasqueirão. É vencer ou vencer.

Ficha Técnica

Local: Estadio Machadão, Natal/RN.

Arbitro: Italo Medeiros de Azevedo/RN.
Assistente 1: Lorival Candido das Flores/RN.
Assistente 2: Clistenis Juny de Souza Alves/RN.
4º Arbitro: Reginaldo Gomes da Silva/RN.

Alecrim(1): Jair; Ângelo, Fabiano, Maceió e Nêgo (Magno); Hércules, Nivaldo, Marcelinho e Daniel (Henrique); Helinho e André Cassaco(1). Técnico: F. Teixeira.

ABC(1): Wellington; Tiago Garça, Basílio e Leonardo (Bileu(1)); Lisa, Ricardo Oliveira, Éverton César (Claudemir), Cascata e Renatinho; João Paulo e Eraldo (Éderson). Técnico: Leandro Campos.
Photobucket

4 comentários:

Luciano disse...

Ao meu ver foi um jogo medíocre de dois treinadores medíocres.

Gilvandro Alves disse...

Diego quero lhe dar os parabens pelo comentário imparcial e perfeito. Foi o retrato mais fiel do jogo, não vi um comentário sequer, que chegue nem perto do seu. Nem parece uma análise de um torcedor alvinegro apaixonado. Talvez essa lucidez seja influência de seu pai, que tem simpatia pelo Alecrim.
Não há o que retocar em seu comentário, mais uma vez parábens.

Gibson Azevedo disse...

Faço minhas as palavras do Gilvandro, vez que são muito equilibrados os dizeres..., opiniões, do Diego Ivan. Falo com autoridade, pois que também fui ao clássico; fato que deixou-me alegre, sobremaneira, por ver novamente o machadão com o seu anel superior parcialmente lotado. Vi, com satisfação, a presença de muitas famílias e as torcidas, na medida do possível, convivendo pacíficamente em um mesmo espaço físico. Quase cheguei ao delírio, por ver o meu Alecrim se portar como um time grande, como já havia sido, por várias décadas, em passado não muito distante. Benza Deus!...

Luiz Felipe disse...

O melhor do jogo ,sem dúvida, foi ver a magnífica frasqueira; que em nenhum momento,como sempre ,deixou de apoiar o alvinegro do povo.No gol do empate foi...não tenho palavras!O hino, o ABC!O melhor do jogo foi o machadão abrigar no lugar de sempre(a maior parte do estádio)as cores preto e branco, as mais queridas do RN.Fiquei decepcionado com os blogs dos abcdistas,nenhum elogio para o bom número de torcedores alvinegros e para o verdadeiro espetáculo que a frasqueira fez.Deve-se elogiar a frasqueira ,já que ninguém mais da imprensa televisiva e de rádio o faz aqui em nosso estado."Eu do clube do povo e alvinegra e minha bandeira,eu sou do ABC,eu sou a frasqueira"!!!Espero que leiam!!1