quarta-feira, 2 de junho de 2010

Pingo nos "Is": Como o ABC obteve o direito de participar da Série B-1996.

Na semana que passou, o novo treinador do Alecrim, Ferdinando Teixeira, deu uma entrevista na qual ele mencionou ter obtido 2 acessos a Série B treinando o ABC FC.

O mais conhecido deles foi em 2007.

O outro "acesso" ocorreu em 1995. O treinador está parcialmente correto quanto a este acesso.

Ao contrário do que alguns respeitados blogueiros dizem, o ABC NÃO foi convidado para disputar a Série B.

Sua presença naquela competição se deveu ao que o time fez dentro de campo.

Vamos destrinchar o que aconteceu naquela época:

Série B 1996 - participantes originais

Estavam programados para participarem da Série B 1996:

23 Pará Paysandu 18 23 3 9 11 25 42 -17
24 São Paulo União São João 9 23 2 3 18 18 47 -29
3 São Paulo Mogi Mirim 52 28 15 7 6 31 24 7
4 Pernambuco Central 34 28 9 7 12 31 35 -4
5 Pará Remo 34 22 9 7 6 27 24 3
6 Sergipe Sergipe 30 22 8 6 8 23 29 -6
7 Ceará Ceará 28 22 6 10 6 20 19 1
8 Rio de Janeiro Bangu 26 22 7 5 10 18 26 -8
9 Pernambuco Santa Cruz 26 16 7 5 4 23 12 11
10 Espírito Santo (estado) Desportiva Capixaba 26 16 6 8 2 23 17 6
11 Goiás Goiatuba 21 16 6 3 7 22 27 -5
12 Rio de Janeiro Americano 19 16 5 4 7 16 16 0
13 Paraná Londrina 19 16 4 7 5 18 12 6
14 Pará Tuna Luso 18 16 5 3 8 19 22 -3
15 São Paulo Novorizontino 15 16 4 3 9 15 19 -4
16 Rio Grande do Norte América de Natal 15 16 4 3 9 10 21 -9
17 Maranhão Moto Club 12 10 3 3 4 7 9 -2
18 São Paulo América-SP 11 10 2 5 3 10 9 1
19 Pernambuco Náutico 11 10 2 5 3 8 8 0
20 Alagoas CRB 9 10 2 3 5 11 20 -9
21 São Paulo Ferroviária 9 10 2 3 5 4 16 -12
22 Mato Grosso Barra 8 10 2 2 6 8 17 -9
1 São Paulo XV de Piracicaba 29 16 9 2 4 19 7 +12
2 Rio de Janeiro Volta Redonda 28 16 8 5 3 16 9 +7

Portanto, teríamos originalmente 24 clubes.

2 ascenderam da Série C para a Série B: XV de Piracicaba e Volta Redonda.

Caso América-MG

O clube mineiro em 1993, após ter sido rebaixado para a Série B, entrou na Justiça Comum para tentar reverter a situação.

A CBF então puniu o clube, impedindo-o de participar de competições organizadas pela entidade pelo período de 2 anos (1994 e 1995).

A punição encerrou em 1996. A CBF, ao invés de inserí-lo na Série C, opta por colocá-lo na Série B.

A partir deste momento a competição passou a ter 25 clubes.

Clubes desistentes e preenchimento das vagas remanescentes

Bangu, América-SP, Novo Horizontino e Ferroviária, alegando problemas financeiros desistem de disputar a competição em cima da hora.

A CBF então resolve convocar alguns clubes para ocuparem as vagas remanescentes.

A entidade então lança mão do critério técnico em lugar dos fagimerados convites.

Pela ordem, eis a classificação final da Série C 1995:

1 São Paulo XV de Piracicaba 29 16 9 2 4 19 7 +12
2 Rio de Janeiro Volta Redonda 28 16 8 5 3 16 9 +7
3 Distrito Federal (Brasil) Gama 28 16 8 5 3 20 9 +11
4 Goiás Atlético Goianiense 25 16 7 5 4 20 17 +3
5 Rio Grande do Norte ABC 21 13 6 3 4 20 15 +5
6 Santa Catarina Joinville 20 12 6 2 4 20 13 +7
7 Rondônia Ji-Paraná 17 12 3 8 1 17 11 +6
8 Espírito Santo (estado) Rio Branco 16 12 4 4 4 11 13 -2

Conforme podemos constatar, Gama, Atlético-GO, ABC e Joinville eram os 4 melhores colocados da Série C, a exceção do XV e do Volta Redonda.

A CBF, baseando-se nesta classificação, convoca os times citados para preencher a vaga.

Barra x Ponte Preta

A Ponte Preta havia sido rebaixada para disputar a Série C em 1996.

A equipe do Barra iria disputar a Série B, porém a mesma não pagou dívidas perante a CBF e foi punida com a exclusão da competição.

Estranhamente, ao invés de convocar o Ji-Paraná (7º colocado na Série C 1995), opta por manter a Ponte Preta na Série B.

Aqui de fato se adotou um critério obscuro. Talvez a punição ocorrida contra o clube mato-grossense tenha sido a perda de alguns pontos que ocasionasse uma alteração na classificação de forma que o clube campineiro tivesse mais pontos que aquele.

Constatações finais

Conforme podemos analisar, de fato o ABC não obteve êxito na sua luta em obter o acesso a Série B dentro de campo.

Também não prevalece a tese de que o Mais Querido só participou porque fora convidado.

As vagas remanescentes foram preenchidas pelos melhores colocados da Série C 1995 e o ABC estava lá.

O que aconteceu foi como um concurso público, a medida que fossem surgindo vagas na repartição, convocava-se os melhores classificados.

Fontes de pesquisa:

http://www.bolanaarea.com/serie_b_1996.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Campeonato_Brasileiro_de_Futebol_de_1995_-_S%C3%A9rie_C
http://pt.wikipedia.org/wiki/Am%C3%A9rica_Futebol_Clube_%28Minas_Gerais%29#A_reestrutura.C3.A7.C3.A3o_do_Am.C3.A9rica_e_novas_conquistas_relevantes

http://www.bolanaarea.com/serie_b_1995.htm
http://www.bolanaarea.com/serie_c_1995.htm

Gustavo Lucena

Photobucket

5 comentários:

Diego Ivan disse...

"Ao contrário do que alguns respeitados blogueiros dizem, o ABC NÃO foi convidado para disputar a Série B."

Queria que você me dissesse qual é esse respeitável blogueiro, por que se for um dito historiador do futebol local, não tem nada de respeitável. Está mais para lamentável, já que o mesmo é veseiro em depreciar as coisas do ABC.

Essa nossa pesquisa conjunta, veio aclarar a minha memória, já que não lembrava com precisão do acontecido.

Tomara que sirva para esses "respeitados blogueiros", pensarem mais antes de falar qualquer coisa sobre o ABC.

Abraço!!!

Gustavo Lucena disse...

Me lembro bem na época.

Meu tio chegou com essa história de que o ABC havia sido inserido na Série B. Foi uma surpresa grande.

Aliás acho que todo o mundo no ABC foi pego meio de surpresa, pois teve clube que desistiu em cima da hora, semanas antes de começar a competição e com a tabela e os grupos já formados.

Esse "acesso nas coxas" sem qualquer planejamento, foi refletido dentro de campo: o ABC fez uma campanha horrorosa e escapou fedendo.

Arthur Calife disse...

Foi no ano em que eu nasci, mas como gosto de pesquisar, decobri esse acesso, que poucos conhecem.

Você definiu bem Lucena.

É como no concurso público. Vamos supor que tenham 200 candidatos, e só 50 passam. Mas se surgirem por exemplo mais três vagas, elas ficam com o 51º, 52º e 53º, por MÉRITOS, e não porque foi convidado por ninguém não!

Anônimo disse...

O importante é que o ABC conquistou EM CAMPO o direito de ascender da série C para a série B de 1996.

Assim como o Alecrim conquistou em campo o direito de disputar a série D de 2009 e o Potiguar-M conquistou também em campo o direito de disputar a série D de 2010.

Já em 2005 o amérikka conquistou no tapeao o direito de continuar na série C daquele ano quando havia sido eliminado ainda na primeira fase.

Quanto aos blogueiros, já estou acostumado com esses tipos de distorções.

Anônimo disse...

O erro foi de Marcos Trindade ? Se foi temos que dar um desconto.

Marcos Trindade é muito bom no que faz, apenas ninguém acerta 100%.

Errou ? Acho que errou, mas não podemos jogar pedra no rapaz. Acho que ele ainda tem muito crédito.