segunda-feira, 3 de maio de 2010

Sem dó nem piedade

Me impressiona a quantidade de jogadores que foram dispensados do ABC na última semana: 10 atletas de uma carrada só.

Não que eu quisesse os mesmos vestindo a camisa do Mais Querido no 2º semestre e onerando a folha de pagamento. Pelo contrário, 90% deles mereciam sim vazar do clube, alguns dos quais nem eram pra ter vindo.

A razão de estar impressionado se deve a política "sem dó nem piedade" da diretoria que assumiu o comando do clube em janeiro. Era algo que não me lembro ter visto nos últimos 12 anos.

Ou seja, a atual diretoria não é nem um pouco paternalista, não tem pena de jogadores com qualidade técnica duvidosa que foram equivocadamente contratados.

Ao contrário da Era Judas Tadeu, onde a gente via atletas limitados como Lau, Marcelinho, Fábio Silva, Fabiano Silva etc. sobreviverem ao longo de 1 temporada e passarem incólumes pela diretoria, apesar da pressão da Frasqueira pela dispensa dos mesmos.

Sobrou até para jogadores respeitados pela torcida como Ben-Hur e Marquinhos Mossoró, que foram justamente as 2 únicas baixas que considero injustas.

Mas isso só nos mostra que a atual mentalidade da diretoria não leva em consideração o histórico do atleta nem o fato de que o mesmo é ou não respeitado pela torcida, mas sim o momento pelo qual o mesmo vive.

E é assim que tem que ser.

Photobucket

7 comentários:

Anônimo disse...

Ninguém do elenco alvinegro mostrou mais doação e garra do que o volante Bileu e no entanto essa diretoria me vem com a pantomima da renovação do Ivan! Ivan tem idade pra ser editor da Bíblia, meu caro. Tolerância maior do que essa só mesmo a das meninas mesntruadas da periferia de Parnamirim com os aloprados do G4.

Black Ace disse...

E é assim que tem que ser. (2)

Anônimo disse...

Para mim a surpresa mesmo foi Marquinhos Mossoró. Jogou tudo e mais um pouco na final. A rádio chegou a dizer que Marquinhos não teve culpa nos dois gols do Corinhthias e foi o grande nome da final, levando a bola para o ataque que tinha cascata muito marcado. Marquinho foi um mostro na final, mas foi para rua. Acho que ele seria um excelente reserva. Um time precisa de bons reservas e Marquinhos seria um baita de um reserva. O ABC pisou na bola pois acha que não precisa de bons reservas.

Anônimo uma chibata. Eu de novo, Paulo Henrique da Garra Alvinegra.

Diego Ivan disse...

Discordo, Ben-Hur e Marquinhos foram bem dispensados. Principalmente pelo que vinham jogando, um nada e o outro pouco.

Abraço!!!

Anônimo disse...

O ABC NÃO PRECISA DE BONS RESERVAS, BASTAM 2 VOLANTES TITULARES.

O ABC NÃO PRECISA DE BONS RESERVAS, BASTAM 2 VOLANTES TITULARES.

O ABC NÃO PRECISA DE BONS RESERVAS, BASTAM 2 VOLANTES TITULARES.

Equipe ABCdistas de Coração disse...

Olá Diego,

Rapaz, amanhã (04 de Maio) o Blog ABCdistas de Coração vai completar 1 ano de existência, queria pedir um favor a você, será que dava pra fazer um logotipo em ritmo de aniversário para o blog?

Agradeço desde já pela atenção, um abraço!

Rodrigo Eduardo disse...

Opa Diego,

Ficaram ótimas, apenas está um pouquinho comprida (falo de cima para baixo), daí fica uma parte não aparecendo quando se coloca no perfil.