sexta-feira, 16 de abril de 2010

Do tempo em que o Brasil jogava com 3 estrelas

O Sexta da Copa vai entrar numa polêmica, será que a Seleção de 1982 foi tudo aquilo que os mais velhos apregoam?

Eu assisti nas últimas semanas, alguns programas e entrevistas com personagens daquela Seleção. Já que a minha idade não permitiu que eu acompanhasse a Copa como sempre faço desde 1994. Consegui extrair desses programas alguns relatos que simplesmente mostram para mim que a Seleção de 82 não era isso tudo, além de assistir o jogo na Brasil 2 x 3 Itália.

Um detalhe que poucos lembram é que esta Seleção simplesmente não consegui abrir o marcador, ou seja, saia sempre atrás do prejuízo. Apenas nos jogos Brasil 4 x 0 Nova Zelândia e Brasil 3 x 1 Argentina, é que o Brasil conseguiu sair na frente do marcador. A defesa também dava sinais de fraqueza, apenas contra os Neozelandeses o Brasil não sofreu gols, ao todo foram 6 gols em 4 jogos.

Segundo Zico, apesar do time vir entrosado desde as eliminatórias, as modificações com a entrada de Falcão, que nessa época jogava pela Roma e não podia atender as convocações para a preparação, e Cereso fragilizaram a questão do entrosamento do time.

Além disso, a Itália foi completamente subestimada pelo Brasil. Que não percebeu que os Tifosi estavam em uma crescente na competição, tornando a Azurra muito mais perigosa. Sem falar no oba-oba gerado no Brasil e na Espanha pela TV Globo que vendia o Brasil como Campeão do Mundo, sem a taça na mão.

A conclusão que tiro é que esta Seleção foi uma das melhores tecnicamente, mas que não tinha um fora de serie do nível de Pelé e Guarrincha. Se você analisar nome por nome, o nível técnico era elevadíssimo, tirando os goleiros que eram fracos e o Serginho Chulapa, todos os outros foram craques nos Clubes e na Seleção. Talvez por isso essa turma seja tão reverenciada, apesar de taticamente o time montado por Telê Santana ter sido comprovadamente frágil.

É claro que fiz alguns inimigos mortais hoje, já que esta Seleção tem centena de milhares de viuvas espalhadas pelo mundo, mas o fato é que aquela geração perdeu o mundial. É claro que era muito bonito o toque de bola daquele time, mas fazer o que, o futebol não é só isso.

Veja a lista de jogadores desta Seleção:

1 Valdir Peres Goleiro São Paulo FC
2 Leandro Lateral-Direito Flamengo
3 Oscar Zagueiro São Paulo FC
4 Luisinho Zagueiro Atlético Mineiro
5 Cerezo Volante Atlético Mineiro
6 Junior Lateral-Esquerdo Flamengo
7 Paulo Isidoro Atacante Grêmio FBPA
8 Socrates Meia Corinthians
9 Serginho Chulapa Atacante São Paulo FC
10 Zico Meia Flamengo
11 Éder Atacante Atlético Mineiro
12 Paulo Sérgio Goleiro Botafogo
13 Edevaldo Lateral-Direito SC Internacional
14 Juninho Zagueiro AA Ponte Preta
15 Falcão Volante AS Roma
16 Edinho Zagueiro Fluminense Football Club
17 Pedrinho Lateral-Esquerdo CR Vasco da Gama
18 Batista Meia Grêmio FBPA
19 Renato Meia São Paulo FC
20 Roberto Dinamite Atacante CR Vasco da Gama
21 Dirceu Atacante Atlético de Madrid
22 Carlos Goleiro AA Ponte Preta
 
papoalvinegro@gmail.com

3 comentários:

Gibson Azevedo disse...

Vi Zizinho, em anos já proximo a sua morte, comentar, com muita propriedade e com a sinceridade que lhe era peculiar e que gerava muita controvérsia, que a Seleção Brasileira de Futebol na Copa do mundo de 1982, era uma equipe muito fraca no quesito defesa. Os resultados cobrem de razão àquele craque do passado e um ácido comentarista nos anos que se seguiram. Segundo ele, a nossa Seleção era um time inocente, formado para comer corda da imprensa e dar espetáculos, por mais inorportunos que fossem. Concordo plenamente com aquele respeitável boleiro do passado, que também teve a petulância de afirmar que, na Copa de Cinquenta perdemos contundente e traumaticamente para os Uruguaios, no Estádio Mário Filho recen-inaugurado, porque o time deles era melhor do que o nosso. Só os bobos, os crédulos, não viram essas evidências. Nos dois casos, tanto em 50 como em 82, não tivemos humildade e quisemos vencer de véspera! Sem jogar!
Resultado: venceram os melhores. O resto são choradeiras de carpideiras mau pagas.

fernando disse...

respeito sua opniao porque quem tem boca diz o que quer! so que eu vi aquele time jogar e na minha opinião eles jogavam o supra sumo da bola. um ano antes da copa esse time fez uma excursao a europa jogando contra a inglaterra,alemanha e frança (TODOS MUITO FRACOS NÃO?) e se voçe pesquisar voçe vera quais foram os resultados.

Diego Ivan disse...

Ok Fernando, se você está dizendo que antes da Copa foi show de bola, tudo bem. Eu fiz uma analise do período da Copa.

Agora, apesar de ser inegável que a qualidade técnica de um Zico, Junior, Falcão,Socrates e Leandro, por exemplo, o futebol dentro de campo foi inseguro. A insegurança desse time é medida por base os muitos gols que sofria. No primeiro jogo mais ou menos que fizeram foram eliminados pela Itália.

Sobre 1982 é prego batido e ponta virada, mas sugiro uma reflexão sobre 2010. Dunga tem retrospecto na Seleção melhor que Telê, já que venceu Seleções como Argentina, Inglaterra e Itália, além de ter uma seqüencia de vitórias inimaginaveis para um técnico meia boca como Dunga. Se chegar na Copa e perder isso terá valido o que?

o futebol se comprova com resultados.

Abraço!!!