sexta-feira, 5 de março de 2010

Estou solidário ao profissional Ben-Hur

Pedro Neto divulgou que Ben-Hur passará a treinar em separado e que o dir. de futebol Flávio Anselmo é quem está vetando a renovação de contrato do mesmo com o ABC FC.

Tal postura é por si só é nefasta e autoritária.

Mesmo estando assegurado pelo INSS, o atleta tava sim com uma perspectiva de que teria seu contrato renovado. E a direção do ABC deu falsas esperanças. Se não quisesse o atleta, que tivesse pago suas contas no final do ano passado e o liberasse para seguir sua vida.

Foi uma sacanagem com o ser humano e com um atleta que trouxe muitas alegrias ao Mais Querido. Falta sensibilidade de certos dirigentes que não pensam no que a torcida quer, e ela quer jogadores que tenham a cara de um ABC que dá certo.

E Ben-Hur, por mais que estivesse numa fase ruim, não merecia ser tratado desse jeito, principalmente pelos serviços prestados ao Mais Querido. E fase ruim por fase ruim, Ivan está numa descendente e mesmo assim o pessoal é mais tolerante com ele.

Fora isso é um cara decente e transparente. Algumas vezes conversei com ele e foi essa a impressão que me passou É raro ver um atleta que costuma prestar contas a torcida, não raramente atende os torcedores e sempre responde os mais polêmicos questionamentos olho no olho, com muita firmeza. Me lembro bem numa dessas conversas em que ele explicou detalhadamente a polêmica renovação para a temporada de 2008, quando o empresário dele tinha feito um acerto com o Frutacreuza sem o seu aval, pois ele já havia renovado com o ABC.

E num ABC que não tem um líder nato, seja dentro de campo, seja fora das 4 linhas, a ausência de Ben-Hur será sentida e muito.

Torço para uma reviravolta.

Gustavo Lucena

papoalvinegro@gmail.com

6 comentários:

Diego Ivan disse...

Minha opinião sobre Ben-Hur você sabe qual é, mas acho que as coisas poderiam ter sido resolvidas de maneira mais clara.

O fato dele estar acostado pelo INSS não impediria o ABC de dispensa-lo, se houvesse interesse o ABc renovaria o contrato dele mesmo sem estar recuperado.

Lamentável foi ver que alimentaram esta situação com o atleta, que ainda mora em Natal. Talvez para adiar uma cobrança judicial pelo salários atrasados do ABC.

Eu queria o ídolo Ben-Hur no ABC, mas acho que o atleta de 33 anos não tem condições de contribuir com o time.

Abraço!!!

Vicente Prudêncio disse...

Estive esta tarde no Maria Lamas e minha impressão é péssima. O futebol do clube vai muito mal conduzido. Parece, não só as coisas ruins de Judas vão ficando para trás. As boas, também. Um absurdo o que estão fazendo com o ABC e o pior é que ninguém faz nada...

Pobre ABC...

fernando disse...

discordo de voce! e ainda voce tendo como base de sua informaçao uma figura como pedro neto! esse blog ja foi mais criativo.

Anônimo disse...

Qualquer que seja a situação de um jogador( funcionário) merece todo o respeito, não estão precisando mais, mandem embora mas façam a coisa certa paguem o que combinaram e pronto ninguém é obrigado a ficar com quem não quer.Por tudo que o Ben Hur representou pro ABC merece consideração.Não querem mais jogam fora não é assim gente.

Rosângela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Diego Ivan disse...

Ei Rosangela, acho normalissimo que BH tenha sido temporariamente retirado da galeria de ídolos, afinal de contas ele está movendo uma ação contra o clube. Agora, ele jamais deixará de ser ídolo da galera, o torcedor reconhece o trabalho dele.

Quanto a ele estar recuperado é relativo, não há certeza alguma de que ele volte recuperado. Quando teve o problema na mão ele não conseguiu retornar na Serie B em auto nivel. Será que ele conseguiria ajudar o ABC?

Abraço!!!