domingo, 21 de fevereiro de 2010

Mais um empate no Clássico Pinha

Apesar de soar feio o Clássico ABC/Alecrim é conhecido assim, como Pinha. Mas voltando a resenha, as duas equipes empataram por um gol, gols de Ivan para o ABC e Carioca para o Alecrim. Com os resultados da 8ª rodada o Alecrim ficou sem chances de classificação para a final do turno, já o ABC dependerá de uma vitória na ultima rodada contra o Potyguar de Currais Novos no próximo domingo, jogo será realizado as 16:00hs em Currais Novos.

Ivan comemora mais um gol com a camisa do ABC
(Foto: tribunadonorte.com.br)


O jogo teve dois tempos distintos, eu diria que teve dois ritmos diferentes. No primeiro tempo o ritmo do jogo foi cadenciado, principalmente pelo Alecrim que dominava as ações com o maior domínio de bola. O ritmo do segundo tempo foi elétrico, o ABC imprimindo um ritmo bastante forte, já o Alecrim demonstrando limitado preparo físico.

O primeiro tempo foi difícil, a equipe do Alecrinense justificou o título de melhor defesa da competição. O ABC teve bastante dificuldade de penetrar na defesa adversária, somente o talento poderia sobressair nesse cenário. O jogo do ABC foi basicamente lançamentos em profundidade, e o gol de Ivan saiu desta maneira, após triangulação dentro da área verde.

O gol deveria soltar o time Alvinegro, mas a zaga do ABC novamente entregou um gol. Escanteio, cruzamento na área, zagueiro fura a cabeçada por cima e o menor jogador do time rival cabeceia livre dentro da pequena área. Foi assim o gol do Alecrim.

O segundo tempo pode ser considerado um massacre, o ABC novamente atacou sem piedade mais um adversário, mas, tem sempre um “mas”, o ABC peca nas finalizações. Ivan, João Paulo, Jaime e Leandrinho, não sei qual desses aí errou mais lances. Para completar esse cenário o juizão Lenilson de Lima achou de amarrar o jogo com faltinhas e errando na interpretação de alguns lances capitais. O Alecrim apenas utilizava os contra-ataques com Patané e Wescley, mas fisicamente o resto da equipe se arrastou em campo até o fim do jogo.

É bom ficar de olho no camisa 10 do verde, esse tal de Henrique tem bola.

Não adianta criticar tecnicamente o ABC, é chover no molhado, é incrível como o ABC ainda permanece bastante limitado dentro de campo. O ABC hoje tem somente uns 7 a 8 bons jogadores no elenco, está claro para mim que Didi Duarte tira leite de pedra em alguns setores, alguns setores sem titular nem reserva. É bom o presidente Rubens Guilherme apertar a diretoria de futebol, principalmente quem está contratando.

Após o empate a situação do ABC é simples, tem que vencer o Potyguar/CN, somente assim conseguirá a classificação, qualquer outro resultado não será suficiente. Além do ABC ainda estão na briga pelo turno, o América, Corintians e Baraúnas que tem um jogo a menos.

Ficha Técnica

Local: Estádio Frasqueirão, Natal/RN.

Árbitro: Lenilson de Lima (RN)
Assistente 1: Lorival Cândido (RN)
Assistente 2: Josimar Lira (RN)
4º árbitro: Magnun de Andrade (RN)

ABC(1): Wellington; Edson, Tiago Garça, Leonardo e Renatinho; Marquinhos Mossoró, David(Acácio), Jaime(Ricardo Costa) e Leandrinho(André); João Paulo e Ivan(1). Técnico: Didi Duarte.

Alecrim(1): Rodrigo Mineiro; Breno(Patané), Ivson, Maceió e Nego(Wescley); Jonatha(Piúba), João Paulo, Carioca(1) e Henrique; Williams e Torona. Tecnico: Wassil Mendes.

papoalvinegro@gmail.com

3 comentários:

João Maria disse...

Realmente o segundo tempo foi um "massacre" de incompetência. Como é ruim esse time do ABC. Você é muito bondoso quando diz que o time tem 8 bons jogadores, pois se tiver 3 é muito.

MÚSICA F. C. ! A VOZ DAS ARQUIBANCADAS. disse...

Assino em baixo no que foi dito por Fernando Amaral :

Ivan foi prejudicado pelo árbitro que por nada conhecer de interpretação artística, marcou equivocadamente uma solada do atacante do ABC no goleiro Rodrigo Mineiro.


A cena foi hilária, pois ao perceber que perderia para Ivan, Rodrigo esperou o toque de Ivan, saltitou numa perna só, deu um salto para o alto e se deixou cair como um saco de batata – Rodrigo é sério candidato a prêmio de maior canastrão do estadual.


Lenilson de Lima com essa marcação, em minha opinião, influenciou no resultado da partida.

fernando disse...

a torcida do ABC tem que se concientizar que o foco do mais querido é a serie C. todos nos sabemos que esse time que ai esta não é o ideal, so que a pressao em demazia so vai atrapalhar e consequentemente fazer o jogo de pessoas inescrupulosas que deicharam a direçao do clube e não se comformam. vamos ter paciencia.