segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Notas da segunda-feira (18/01/2010)

De volta ao batente, mas em jornada reduzida

Ontem regressei ao Frasqueirão depois de um longo recesso para com as coisas do ABC FC. E a tendência é que realmente eu só acompanhe e opine sobre os jogos do Mais Querido, pois 2010 para mim será um ano cheio. Por isso não estranhem se eu diminuir um pouco o ritmo de postagens.

Por bem ou por mal, o ABC jogará praticamente só aos domingos, principalmente quando começar a Série C.

Para mim será bom porque ganharei as terças-feiras e os sábados (dias em que se jogam a Série B) para estudar e passar num concurso público que tenha uma remuneração mais gorda e eu possa obter um acesso nos quadros associativos do ABC FC, passando de Sócio-Torcedor para Conselheiro e finalmente ter a chance de ser ouvido e apresentar idéias com potencial para serem acatadas.

Em termos de ABC FC, é um ligeiro passo para trás, mas com perspectivas para se dar 3 passos para frente.

Impressões preambulares

Agradaram plenamente: Leonardo, Tiago Garça e Wellington. Acho que esses daí deverão se firmar como titulares.

Lutam pela titularidade: Paulinho, João Paulo, Bileu, Sorato, Marquinhos e David. Precisam mostrar serviço para ficarem na onzena.

Apenas para compor elenco: Carlinhos e Leandrinho. Jogadores apenas esforçados, com lampejos de boas jogadas.

Sem condições para vestir a camisa do ABC: Paulinho Cuiabá. Pelo que vi, nada acresceu enquanto esteve em campo.

Pratas-da-casa que não tem condições de compor o elenco do ABC: Gabriel e Delano. Ambos não me agradaram, acho que deveriam ser emprestados para ganhar maturidade.

E o Sócio-Torcedor?

Um dos mistérios de ontem é a questão do Sócio-Torcedor. Diego Ivan me falara que nós teríamos acesso livre enquanto não fosse lançado o novo programa.

Porém, ontem a senhora do portão de entrada me cobrou que na semana me dirigisse ao ABC FC para pagar a anuidade de janeiro.

E depois me encontrei com o próprio Diego Ivan e com os demais associados e perguntei se ela havia feito a mesma cobrança. A resposta foi negativa.

Fica portanto o mistério e a diretoria precisa dar uma resposta urgente para evitar constrangimentos.

Bate-papo relâmpago com o Gringo

Estava de passagem na banca de revista da Afonso Pena e me encontrei com o jornalista Dionísio Outeda, o Gringo.

Além de discutir sobre o jogo, falamos também sobre os possíveis reforços do ABC FC.

Ele me relatou que a diretoria está de olho nos clubes grandes porque os mesmos estão num estágio de avaliação de seus atletas.

Os grandes clubes brasileiros possuem plantéis numerosos, alguns com mais de 40 atletas vinculados. E é de praxe eles fazerem um peneirão para saber quem pode ser aproveitado no elenco principal.

Um exemplo desta prática é que o ídolo da história recente do ABC, o ala Nêgo, está no Atlético-MG participando deste peneirão para saber se será ou não aproveitado pelo Wanderley Luxemburgo.

Os que não forem aproveitados ficam a disposição para serem emprestados. É nisso que a diretoria aposta, pois esses jogadores podem não servir para Libertadores/Série A/Estaduais do CentroSul, mas são de grande valia para clubes como o ABC.

De qualquer forma, é possível que já tenhamos uma alta rotatividade de atletas no Complexo Vicente Farache nas próximas semanas, seja saindo, seja chegando.

Gustavo Lucena

papoalvinegro@gmail.com

Um comentário:

Edivaldo disse...

Nêgo fechou com o anapolina.