domingo, 24 de janeiro de 2010

Estréia melancólica

O ABC estreou mal no Camp. Estadual de 2010 ao empatar em 2 gols com o time do Coríntians.

O que se viu foi um amontoado de jogadores fracos, sem qualquer condição de sequer fazer parte do elenco do Mais Querido.

Deixaram péssima impressão Paulinho Soares, Bileu, Paulinho, Nino,Yamada e a dupla de zaga.

Se safaram Marquinhos Mossoró e David.

João Paulo foi um caso à parte, pois é sabido que ele tem um bom potencial, mas também tem muito rebolado, o que o torna um jogador pouco objetivo.

Acho que depois da próxima rodada uma barca começará a zarpar, pois tem atletas que não apresentam qualquer condição de defender as cores do Mais Querido.

Creio eu que a maioria desses atletas possuem uma multa rescisória baixa, por isso acho até que a rotatividade na Vila Olímpica tende a ser alta neste primeiro semestre.

Também achei decepcionante a presença de público, pois houve uma boa divulgação do jogo, mas é um sinal de que o torcedor ainda está magoado com o rebaixamento e a herança maldita deixada pela antiga direção.

Gustavo Lucena

papoalvinegro@gmail.com

2 comentários:

MÚSICA F. C. ! A VOZ DAS ARQUIBANCADAS. disse...

A qualidade do futebol do ABC no início de 2010 é a mesmíssima qualidade do time do início de 2006.
Qualidade por qualidade fico preocupado.

Início preocupante. A minha lembrança do time de 2006 está forte. Espero que mude.

O jogo contra o Treze foi um aviso.

Até amanhã.

José Leonardo

Paulo disse...

Grande Gustavo
Parabéns por sua análise do primeiro jogo do ABC no seu estádio Frasqueirão, por sinal o jogo de número 100, mas que a torcida vaiou pelo resultado e apresentação aquém do esperado pelo torcedor.
Sua "metralhadora" continua com balas na agulha, bem diferente da arma de Diego Ivan.
Abraços