segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Tem coisas que só acontece no ABC

1-Em um clube normal um dirigente que levasse-o a um bi-rebaixamento e ainda por cima deixase-o fora-de-série por 2 ocasiões certamente seria forçado pelo Conselho a ficar uns 30 anos longe do poder Executivo do clube.

No ABC, o atual mandatário está prestes a se consagrar bi-rebaixado e em 2 ocasiões montou times que deixaram o Mais Querido alijado das competições nacionais, tendo que desativar o futebol profissional por longos 7 meses.

Mesmo assim ele é praticamente considerado um deus lá no ABC e muita gente ainda quer que ele continue por la. E ele mesmo não tem simancol e acha que é benéfico ao clube.

2-Em um clube normal, se algum patrocinador cortasse uma verba sem qualquer motivo o normal seria tirar a exposição de sua marca.

No ABC, a prefeitura cortou no início do ano um patrocìnio que já vigorava desde 2005.

O ABC ainda continuou expondo graciosamente o logotipo da prefeitura, mesmo que a prefeita venha dando sinais claros de que não vai dar um centavo ao Mais Querido.

Os caloteiros em todo o mundo merecem o maior desprezo.

No caso do ABC, tem gente da diretoria e do programa "voz da Frasqueira" que fica babando o ovo da alcaide caloteira.

3-Num clube de futebol normal, jogadores que são dispensados porque tiveram um rendimento abaixo do esperado nunca mais voltam a vestir a camisa do mesmo.

No ABC há um ciclo vicioso e jogadores que em passado recente passaram pelo Mais Querido sem agradar a ninguém e sem dar qualquer acréscimo de qualidade técnica retornaram ao clube para vestir o nosso pavilhão.

4-Num clube de futebol normal, quando um diretor vai a público para desmoralizar a gestão da própria diretoria, das duas uma: ou esse diretor é afastado ou o conselho marca uma reunião de urgência para apurar o que ele disse.

No ABC, um diretor usa o programa oficial de rádio do clube para descer a lenha numa véspera de um clássico, levantando ao público dúvidas sobre a idoneidade da atual gestão e nada acontece. O atual diretor continuou, a acusação continua no ar e o conselho nada fez para apurar e se inteirar do que está acontecendo

5-Clubes que possuem torcidas de massa hoje possuem mecanismos para tentar trazer o torcedor para junto do clube, seja incentivando os programas de sócio-torcedor, seja criando mecanismos para vender ingressos pelos melhores preços possíveis.

No ABC o torcedor é tratado como gado e só é chamado para cobrir os prejuízos causados pela própria diretoria e que em sua grande maioria a Frasqueira não concorda.

E o Sócio-Torcedor é totalmente relegado ao segundo plano. Ao invés de ser visto como receita, foi visto como sinônimo de despesa.

Além disso, faz de tudo para afastar os torcedores mais humildes.

6-Quando clubes de pequeno/médio porte enfrentam clubes que por si só são campeões de bilheteria, faz-se um trabalho para lotar o estádio, ter uma arrecadação que vai salvar as finanças e acima de tudo emula-se a torcida local a fazer a diferença contra o grande clube que enfrentará.

No ABC, a Frasqueira ficou marginalizada no jogo contra o Vasco e ainda por cima houve um rejuízo financeira. E o Frasqueirão tinha muitos vascaínos. Foi um fato vergonhoso para a história recente do ABC.

Gustavo Lucena

Photobucket

7 comentários:

Jacson Artson disse...

Concordo com vc em vários pontos, mas não em todos.

Também estou muito triste por esse nosso 'rebeixamento', pois nossa ascenção foi muito sonhoda e comemorada, mas...!

Ano que vem vou torcer com a mesma intensidade e afinco para que em 2011 possamos estar de volta a série B e desta vez, com mais embasamento!

Não podemos ser 8 nem tão pouco 80! A gratidão é sim uma coisa pouco utilizada no mundo moderno, infelizmente!!!

Jacson Artson disse...

Explicando melhor:

A gratidão que me referi é a seguinte, quando ng queria gerir, ele geriu!

Quando nenhuma empresa queria patrocinar, a SAM´S patrocinou!

Me diga uma coisa, se ano passado não tivéssemos renovado com a EUREKA, o que vc me diria?!

Acho que o que foi feito, foi feito, algumas coisas aprovo, outras tantas não, a falta de consideração perante a frasqueira, isso é inadmissível.

Tb acho que o ciclo de JT tenha que dá uma pausa, digo pausa pq não podemos fechar as portas do nosso clube para uma pessoa como ele, que embora tenha errado, tb acertou em alguns pontos e seu maior erro é não delegar e achar que só ele tem capacidade/responsabilidade perante tudo! Eu tb já fui assim no meu trampo, mas aprendi!!!

Um abraço Gustavo, e entendo muito bem seus comentários.

Gustavo Lucena disse...

Jacson, valeu pelo comentário e pela sua discordância democrática.

Agora algo que esqueci de frisar na postagem é que tem gente que tá achando boa a queda do ABC porque assim o Mais Querido terá a chance de ser Campeão Nacional, campeão da Série C.

É ou não é um pensamento nanico e rasteiro?

Os caras tão pensando que a Série C 2010 será igual aquela de 2007, onde o ABC nadava em dinheiro, enfrentava adversários fáceis, tinha a ajuda da CBF para bancar as viagens e acima de tudo tinha Wallyson e a Frasqueira estava chegando junto e emulada.

2010 será um desafio mais duro ainda. Por isso que tem que se mudar a mentalidade gerencial do ABC. Até agora, a única coisa boa que foi feita nesse sentido foi a contratação de Didi Duarte, mas já tem neguinho querendo puxar o tapete deste grande profissional.

Black Ace disse...

Gustavo, concordo com você, sem tirar o mérito de Jacson quanto a gratidão, porém passssssoooouuuuu há muito a hora de sermos P.R.O.F.I.S.S.I.O.N.A.I.S.
Ou seja, pisou na bola: RUA.

Como coloquei anteriormente, sacolinha e renda de jogo já eram...

Jacson Artson disse...

Esse pensamento de cair pra série C, vislumbrando uma possível conquista nacional é muito pretensão e sem dúvidas, um pensamento nanico, mas bem nanico mesmo!!!

Concordo com o Black Ace na questão do profissionalismo, temos que ser altamente profissionais a cada dia, mas defendo a reciprocidade a quem merece(leia-se, quem já fez alguma coisa em prol, mesmo que num certo momento não tenha condições de fazer, e desta maneira receba minha gratidão da maneira), isso faço no meu dia-a-dia e sempre deu certo.

O que quero dizer é sobre a logo da SAM´s que embora tenha deixado de injetar $ no ABC, ficou durante mais um tempo no nosso pavilhão. Acho isso normal, aceitável e compreensivo, por alguns aspectos:

1. Nos patrocinou em momentos turbulentos e com pouco visibilidade;

2. Quando deixou de patrocinar(por problemas internos até onde sei, e se não me engano, a morte do mandatário), não tínhamos nenhum outro patrocinador para estampar a frente do nosso manto, ou seja, não nos causou nenhum prejuízo neste ponto.

O que não acho correto é pegar a logomarca de qualquer empresa e estampa-la no nosso pavilhão, isso sim seria uma tremenda inrresponsabilidade e falta de profissionalismo!

Amigos ponto de vista é individual e nem sempre vamos alinha-los em muitos assuntos, mas compartilho com vc´s muitos pensamentos e o principal, temos que ter uma mudança na forma de gestão do nosso amado ABC.

Obs. Não sou filho de Natal, pelo contrário, morei apenas 10 anos nesse paraíso(1997 - 2007) e neste período aprendi a amar a admirar o ABC FC. Hj moro longe do RN, mas sou casado com uma natalense e com fé em Deus, meus filhos(a) serão ABCDISTA e sempre que posso estou na terrinha e principalmente no frasqueirão recarregando as baterias e revendo os amigos que ai deixei.

Não nasci ABCDISTA(na verdade, era torcedor de televisão pois só assistia os jogo do flamengo pela TV), mas renasci para o futebol e escolhi o ABC para isso e não me arrependo em momento algum. Hoje em dia me considero um torcedor de verdade, pois conheço um pouco da história do meu clube, o vejo jogar sobe todos os contratempos e passo mal quando o resultado são adversos.

Um abraço a todos!

Luciano disse...

Gustavo,
o pessoal do orkut esta planejando um protesto pacífico contra a tual diretoria com faixas e camisas para o jogo contra o Brasiliense.
Talvez fosse interessante a ajuda de blogs como esse aqui, o do alexandre costa e da paixao alviengra.

Gustavo Lucena disse...

Fala Luciano, quem é que está a frente do protesto?

Só acredito na viabilidade do protesto se tiver gente séria e com liderança e carisma natos como o Martins, o Hudson Régis e os torcedores que a gente sabe que tem muita preocupação com o Mais Querido.

De qualquer forma, envie detalhes que aí eu, o Black Ace e o Diego Ivan daremos toda a força.

Qualquer coisa escreva para o meu email gustavolucena1980@hotmail.com