quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Transformar o eventual rebaixamento numa redenção - por Lupércio Luiz

Talvez não seja o momento oportuno para discutir um texto neste sentido, mas as palavras do cronista Lupércio Luiz são tão boas que resolvi colocá-las aqui neste momento.

O PIOR CASTIGO....

27/10/2009 às 11:07 por Lupércio Luiz

Nunca será a queda ou o rebaixamento. Nunca mesmo. No futebol sempre existiu e continuará existindo o ciclo de mudanças, tanto para cima como para baixo. O momento negativo de hoje poderá ser a glória do amanhã, da mesma forma que o sucesso de hoje nunca será duradouro.

O pior castigo mesmo para quem sofre derrocada é a falta de perspectiva e de luta. Da busca por novos horizontes e caminhos. A queda sem luta e sem coragem.

Cair no futebol nunca significa o fim. Muitos, de forma inteligente aproveitam a queda para crescer, aprendendo com os erros e estabelecendo novos conceitos de planejamento e visão de futuro. E, a partir do momento que você aprende com a derrota, você acaba ganhando conhecimentos que certamente serão bem úteis no futuro próximo.

Então, nada como começar a refletir a respeito do assunto.

http://www.radioglobonatal.com.br/blog/lupercio/post.php5?id=45525


Gustavo Lucena

Photobucket

2 comentários:

Gibson Azevedo disse...

Meu caro Lupércio, concordo plenamente com todas as suas colocações. Até porque, não se trata de coisa mais séria, como: o analfabetismo, a falta de segurança, um futuro obscuro para os jovens, etc. Trata-se tão somente de um esporte, um lazer..., nada mais. E como indaguei em outra oportunidade, neste mesmo Blog,quem nos garante que os vencedores serão os mais felizes, se esta, a felicidade, encontra-se por vezes em pequenas coisas?
O amanhã será sempre um novo dia. Vamos espantar a tristeza e seguir em frente!...
Avante Abecedistas!...

Anônimo disse...

Nada a ver, senhores. Estão em jogo 18 pontos. Não se pode jogar a toalha antes do tempo. Os adversários agradecem quem desistir primeiro. Espelhem-se no Bahia, que foi até a Serra Gaúcha e arrancou três pontos do Juventude, que deu moleza para o adversário.