segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Didi Duarte

Será ele o novo treinador do ABC.

Sabe tudo de futebol.

Em 2000, com um bom time em suas mãos correspondeu às expectativas e deu ao ABC o tetracampeonato estadual e a histórica campanha na Copa do Brasil, sendo eliminado apenas nos critérios do regulamento, pois fez uma campanha invencível.

Em 2002, com um time formado praticamente de juniores e com limitações técnicas, conseguiu tirar leite de pedra na Série C, quase obtendo o acesso.

Pena que ele esteja chegando muito tarde, pois é o nome que eu defendo para assumir o ABC desde a saída de Heriberto da Cunha.

Espero que para 2010 seja dado a ele as melhores condições de trabalho possíveis, colocando-lhe a sua disposição não apenas garotos das categorias de base mas também atletas qualificados.

Boa sorte Didi Duarte!

Gustavo Lucena

Photobucket

7 comentários:

TERRA DA XELITA disse...

TB concordo com vc, técnicos com Didi Duarte, Wassil Mendes, Netinho Matias devem ter melhores chances nas equipes aí da capital.Grande abraço.

Abecedista disse...

Valeu Gustavo, bom comentário, boas lembranças...

Didi Duarte é realmente um bom nome e conhece a situação do ABC FC de perto, muito perto.

Sds Alvinegras.

Abecedista.

Silveira disse...

Estou ansioso para ver o término do campeonato da série B, com o meu ABC fora da zona de rebaixamento.
Com a chegada de Didi Duarte as coisas vão melhorar, pois temos um bom elenco e conseguiremos as 05 vitórias facilmente.
Vamos jogar contra equipes já classificadas, na zona intermediária e sem chances de caírem. Acredito na força da nossa torcida, que deve lotar o Frasqueirão nos próximos jogos.
Entendo que é mais fácil o ABC escapar do rebaixamento do que o América; já que o time rubro vai jogar contra adversários bem mais difíceis do que os adversários do ABC.
A nossa diretoria tem feito de tudo para o time permanecer na série B, mais o azar tem nos perseguido, pois fomos melhores e merecíamos a vitória contra o Vasco, Guarani, Ceará e até contra o Ipatinga.
O problema é que a bola não tem nos ajudado, teima em não entrar. Veja àquele lance contra o Vasco, no qual Zé Eduardo a três metros do gol chutou contra o corpo do zagueiro. Contra o Guarani a mesma coisa, a bola tocou no travessão e na volta o zagueiro salvou em cima da linha do gol.
O nosso time se equivale ao do Vasco ou ao do Guarani, a diferença é apenas na tabela, coisas do futebol, quando nem sempre o melhor vence.
Ainda não joguei a toalha, pois ainda acredito na nossa permanência. Sou mais ABC.
Bora BC; BC; BC...

Gibson Azevedo disse...

Infelizmente, o Didi Duarte não tem o menor cacoete para ser milagreiro, e, ou ser mágico pra tirar o Mais querido da situação vexatória, para onde foi empurrado pelos comandos técnicos que o antecedeu. O ele que pode fazer é motivar seus comandados, a concluirem a participação do alvinegro, na jornada da 2ª divisão do Campeonato Brasileiro, com honra e fibra. Nada mais!...
No próximo ano, se ele continuar na batuta do time, poderemos ver com calma o produto do seu trabalho. Ele já tem história neste mister. É ver pra conferir.

Diego Ivan disse...

Amigos sem sombra de duvidas o Didi Duarte é um bom nome, mas não é milagreiro. Acho que o momento é de começar um planejamento ´para 2010, caso não ocorra o rebaixamento, é comemorar um bom resultado.

Luciano disse...

Bom treinador, mas como falei antes, o problema maior é diretoria.

fernando disse...

esse tal de silveira é um filho da puta!